Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ilha do Sal: Artesãs salenses movimentam exposição “Arte no feminino” anunciando o mês da mulher

Santa Maria, 01 Mar (Inforpress) – Um grupo de cinco artesãs, na ilha do Sal, movimenta uma exposição intitulada “Arte no feminino”, na Kasa d’Arte, em Santa Maria, anunciando assim o mês de Março, mês da mulher.

A exposição/venda que abre hoje e decorrerá durante todo o mês de Maio, é promovida pela Câmara Municipal do Sal, com o objectivo de “valorizar e enaltecer” a mulher, no âmbito das celebrações do mês de Março, tido como o mês da mulher.

Em destaque estão os trabalhos das artesãs Vanda Criações, Ângela Pinto, Raízes e Sandy Arte, com diferentes engenhos, desde artesanato, artes em tecido, bijutarias, planta e jardim, objectos de decoração, entre outras obras.

Aplaudindo a iniciativa, algumas já com negócio estruturado, as artesãs dizem tratar-se de um momento singular, uma vez que o evento valoriza o trabalho das mulheres salenses na vertente do artesanato.

A vereadora da Cultura, Maria João Brito, diz que isso é apenas uma demonstração dos “vários projectos” da autarquia, no sentido de apoiar as mulheres em diferentes vertentes.

“Temos vários projectos de cultura envolvendo mulheres e outros artistas a vários níveis, tanto dança, música e outras vertentes”, referiu a responsável camarária pela área da Cultura, observando que a arte no feminino está a ser “bem valorizada”, com “forte aposta” no tradicional e personalizado.

Ciente das dificuldades forçadas pela conjuntura, Maria João Brito faz um apelo às damas, aos artistas em geral, no sentido de aproveitarem a oportunidade, o espaço, para expandirem o seu negócio.

Vanda Graça, da colecção “Vanda Criações”, que se dedica a decoração de ambientes e de festas, agradece a oportunidade de expor a sua arte decorativa, adaptada ao momento, tendo jardinagem como tema, já que nesta pandemia as mulheres estão voltadas para o jardim.

“Uma espécie de terapia. Agora passamos mais tempo a cuidar das nossas plantinhas. Então trouxe peças artesanais para os jardins interiores, desde clássicos, suspensos (…) para embelezar o ambiente da casa”, apontou.

Vanda Graça espera agradar as pessoas, particularmente as senhoras, com a sua obra de arte que propõe um toque “diferente e especial” ao jardim.

Também para a artesã, Ângela Pinto, que traz para Kasa d’Àrte, bijutarias feitas em alumínio e renda, esta exposição chega em boa hora, já que muito tempo em casa, parada, sem onde expor as suas criações, devido a pandemia motivada pelo novo coronavírus.

“É uma boa iniciativa. O artesão é aquele que trabalha ao longo do tempo, independentemente das circunstâncias. Contamos com boa adesão do público, e o primeiro dia já demonstra isso”, manifestou com ar de satisfação.

SC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos