Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ilha do Sal acolhe 34º Seminário de Secretários-Gerais da Associação de Comités Nacionais Olímpicos Africanos

 

Espargos, 07 Out (Inforpress) – Mais de uma centena de delegados dos comités olímpicos da região africana vão estar reunidos num seminário, na ilha do Sal, de 12 a 14 de Outubro, para debater questões da gestão e direccionamento destas instituições olímpicas.

O seminário de Secretários-Gerais da Associação de Comités Nacionais Olímpicos Africanos (ACNOA), considerado “um grande evento” a este nível, a realizar-se pela primeira em Cabo Verde, pretende, conforme uma nota de imprensa, dar directrizes a estes membros, sobre a Agenda 2020 do Comité Olímpico Internacional, trazendo para essa discussão 54 secretários-gerais e convidados dos Comités Olímpicos de toda a África, totalizando um grupo de cem delegados africanos.

O acontecimento que terá lugar num dos hotéis da cidade de Santa Maria sob o lema “Plano 2020: Fases; planeamento, organização, implementação, coordenação e auto-avaliação” será testemunhado pelo primeiro-ministro Ulisses Correia e Silva, pelo ministro do Desporto, Fernando Elísio Freire, pela presidente do Comité Olímpico Cabo-verdiano, Filomena Fortes, bem como representantes das Federações desportivas do país.

O documento aponta que estarão, igualmente, presentes neste evento de “grande envergadura”, representantes da Solidariedade Olímpica, Comités Olímpicos Nacionais, Comité Olímpico Internacional e o presidente da ACNOA, Lassana Palenfo, que em Janeiro deste ano esteve em Cabo Verde para inteirar-se das condições do país para acolher os Jogos Africanos de Praia 2019.

O Seminário de Secretários-Gerais da ACNOA acontece anualmente, tendo em 2016, São Tomé e Príncipe passado o testemunho para Cabo Verde.

“Será uma grande oportunidade de Cabo Verde apresentar-se como um país exemplo para toda a África e afirmar-se como uma plataforma para a realização de eventos deste tipo”, lê-se no documento.

SC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos