Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ilha do Sal: Iniciativa Sociedade em Acção para a Liberdade defende necessidade de acção também nas legislativas

Espargos, 26 Mar (Inforpress) – A iniciativa Sociedade em Acção para a Liberdade (Sal), defendeu hoje a necessidade de acção também nas legislativas e anunciou que vai associar-se à UCID, já que a lei do País não permite a candidatura de grupos independentes.

O porta-voz do Grupo Independente Sociedade em Acção para a Liberdade (Sal), Ravlino dos Reis, esclareceu em conferência de imprensa as razões da iniciativa independente se propor a “participar activamente” nas eleições legislativas, associando-se à União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID), para evitar ruídos ou mal-entendidos.

“A lei deste País define que os Grupos Independentes não podem candidatar-se às eleições legislativas. Mas operar mudanças é a nossa essência. Para fazer isso temos de aproveitar este ciclo eleitoral que estamos a atravessar, porque é através das eleições que as mudanças acontecem”, manifestou.

Segundo Ravlino dos Reis, a participação independente na lista de UCID foi uma decisão conjunta, tendo o grupo, conforme disse, recebido propostas de várias forças políticas.

“Analisamos as propostas apresentadas. A 07 de Fevereiro numa reunião com a participação de 20 membros da iniciativa se votou (votação secreta), sendo que a UCID recebeu a maioria dos votos, ficando decidido que a Iniciativa SAL iria participar nas eleições legislativas apoiando a UCID”, esclareceu, asseverando que assim como “era necessária” a acção do Grupo Independente nas autárquicas, “é necessária também”, nas legislativas.

“A sociedade civil tem de ter voz nas decisões. Foi seguindo esta ideia que a Iniciativa Sal se propôs a participar activamente nas eleições legislativas”, reforçou, considerando que os cabo-verdianos e Cabo Verde “precisam” de uma terceira força na Assembleia Nacional, que o Sal “precisa de vozes” na Assembleia Nacional que defendam os interesses da ilha.

“A nossa acção, paulatinamente, provocou e está provocando uma revolução. Fizemos a diferença nas autárquicas e estamos firmes, nos posicionando sempre em defesa dos interesses do Sal”, enfatizou.

Neste contexto de pandemia, em que se regista um aumento de casos na ilha do Sal, Ravlino dos Reis aproveita para chamar a atenção das pessoas, sobre a importância de cada um fazer a sua parte no combate a esta crise movida pela covid-19.

SC/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos