Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ilha do Maio: Yara dos Santos quer levar lema “Não  tão  jovem  para ser líder” a todas as escolas secundárias

Porto Inglês, 09 Mai (Inforpress) – A escritora Yara dos Santos quer levar o lema “Não  tão  jovem  para ser líder” a todas as escolas secundárias do país para despertar  nos alunos o sentido de  responsabilidade e de liderança dos seus próprios destinos.

Em conversa com a Inforpress, a escritora,  que se encontra na ilha para participar nas celebrações alusivas ao Dia da Europa 2018, disse que a pretensão é ajudar os jovens para que tenham consciência de que poderão ter a posição de  liderança nas suas vidas, independentemente das suas condições socioeconómicas.

Conforme avançou a escritora e activista social, que foi recentemente galardoada com o prémio de excelência “Not Too Young To Lead” (Não  tão  jovem  para ser líder), da West African Youth Award 2018, que ocorreu na cidade de Acra (Gana), independente da idade é preciso ter “sempre a consciência” de que cada cidadão é responsável pelas suas decisões.

“Nós é que temos que ser os protagonistas das nossas próprias histórias, porque a liderança está em nós, mas nós é que temos que acreditar no nosso potencial e tudo fazer para desenvolver e mostrar valor para um mundo feliz”, frisou.

Yara dos Santos disse ainda que a sua intenção é estar sempre juntos dos jovens e mostra-lhes que devem sempre ter “aquela vontade” de vencer e ter “atitudes ganhadoras”, algo que segundo avançou faz parte do seu projecto, para gerar “mais impacto e fazer o reavivar e o acreditar” nesse espírito de liderança que “não depende nem da idade, quanto menos da condição económica”.

A directora da Escola Secundária Horace Silver, Iluzia Santos Neves, disse que foi uma “honra” para aquele estabelecimento de ensino receber uma actividade do tipo que “despertou interesse” nos alunos e os motivou a serem eles os actores e decisores dos seus projectos de vida como estudante e como pessoas.

WN/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos