Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ilha do Maio: Oposição na Assembleia Municipal manifesta insatisfação com rumo da ilha

 

Porto Inglês, 25 Mai (Inforpress) – A Onda Independente para Avanço do Maio (OIAM) manifestou hoje, em conferência de imprensa, “insatisfação” pela forma como câmara e o Governo vem tratando questões que considera “importantes” para ilha do Maio.

Segundo o líder da bancada da OIAM, António Ramos, a preocupação reside na “ausência de soluções” e na forma “partidarizada e exclusiva” como a Câmara Municipal do Maio vem tratando algumas “questões importantes” para o desenvolvimento da ilha.

Conforme adiantou aquele representante,  o MpD, enquanto oposição e durante as campanhas eleitorais, afirmara que a solução para o desenvolvimento da Ilha do Maio passava pela colocação de uma rampa roll on/roll off e pela construção de um aeroporto internacional.

Ao contrário disso, António Ramos disse que hoje, com o MpD no Governo, o aeroporto internacional já não é prioritário para o Maio e a ilha só irá, “eventualmente”, ter uma rampa roll off/roll off daqui a dois anos.

“Esperançados de ver tais infra-estruturas na ilha e animados pela promessa de que o Maio teria o seu problema de acessibilidade resolvido, entre muitos outros, caso o MpD fosse Governo, os maieneses deram mais um voto de confiança ao MPD para governar o país e a Ilha”, frisou.

Perante este facto, o líder da bancada de OIAM questiona se afinal o aeroporto internacional e a rampa são ou não são necessários e prioritários para a ilha do Maio e sublinhou que, além da rampa, o Maio precisa de um novo porto, mas fora da Praia de Bixi Rotxa.

António Ramos afiançou ainda que o MpD e a Câmara Municipal do Maio estão a “abusar do espírito pacífico” dos maienses, pelo que enquanto bancada minoritária na Assembleia Municipal vai “exigir mais seriedade e respeito” para com a ilha e as suas gentes.

A OIAM repudia, igualmente, segundo o seu representante, a forma “exclusiva” como a câmara do Maio organizou no passado mês de Abril o evento denominado “Encontro estratégico – projectar o Maio para o futuro”,  que “deixou de fora” quase todos os quadros da Ilha, tanto os residentes no país como os no estrangeiro.

“A OIAM vem igualmente manifestar a sua preocupação pelos fracos resultados desta equipa camarária que mais não tem feito senão viajar, ora para seminários e ateliês no país, ora para o estrangeiro, sob pretexto de estar à procura de parcerias para o desenvolvimento da Ilha”, criticou.

A preocupação da OIAM, finalizou, torna-se “ainda maior” quanto ao desempenho futuro da câmara municipal, com “a recente renúncia de um dos vereadores”, pois, no seu entender, a equipa ficou mais fraca e, por conseguinte, com “menor capacidade de resposta” aos “imensos desafios” que se colocam à população do Maio na presente conjuntura.

WN/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos