Ilha do Maio: MpD estranha balanço da oposição sobre um ano de mandato da nova equipa camarária

 

Porto Inglês, 29 Set (Inforpress) – A Comissão Política Concelhia do MpD na ilha do Maio estranha o balanço negativo deste primeiro ano de mandato da equipa camarária no Maio, feito pela oposição, “ao invés de reconhecer os ganhos conseguidos” neste período.

Ao reagir sobre o balanço considerado “fraco”, feito pela Onda Independente para Avanço do Maio (oposição na assembleia municipal), o presidente desse órgão regional, Adilson Cardoso, fez saber que o Movimento para a Democracia (MpD) e a população do Maio não se reveem “em nada daquilo que foi dito”.

“Muito pelo contrário, temos uma equipa camarária bastante forte e que desde início abraçou esse desafio com muita força de vontade, competência, determinação e os resultados estão à vista de todos”, afirmou.

Adilson Cardoso avançou ainda que estranham a posição da oposição, que, logo no primeiro ano de mandato, está a cobrar por um projecto que foi elaborado para ser cumprido em quatro anos.

“Estranhamos, mais ainda, quando no mesmo texto se afirma que a Câmara Municipal tem vindo a fazer o trabalho da antiga equipa camarária, ou seja, no entender da OIAM, as obras iniciadas deveriam pura e simplesmente ser ignoradas”, notou.

Segundo o presidente da Comissão Política Concelhia do MpD, quando a oposição faz tal afirmação reconhece que a nova equipa tem trabalhos em curso e apontou como exemplo o início e a conclusão da requalificação urbana de Pilão Cão e do bairro Nhu Dam, na cidade do Porto Inglês, bem como a requalificação urbana e ambiental das localidades de Morro, Figueira e Morrinho.

“Uma carteira de investimentos de mais de 40 mil contos gerando centenas de postos de trabalho”, salientou.

Adilson Cardoso lembrou, ainda, que estão em andamento as obras de requalificação urbana e ambiental da Avenida, assim como a construção do ecomuseu na cidade do Porto Inglês, obras que, na sua opinião, vão trazer mais qualidade de vida aos maienses.

Referente ao abastecimento de água, apontado pela OIAM, como sendo um dos grandes problemas que vinham afligir os maienses nos últimos tempos, Adilson Cardoso lembrou que a ilha foi contemplada com um projecto  MCA-II Cabo Verde, “bastante auspicioso”, que vai contribuir para a melhoria tanto na produção como na distribuição deste líquido precioso.

“A própria câmara municipal apelou a compreensão e desculpou pelos transtornos causados durante todo tempo, e, graças a Deus, hoje já se verifica melhorias na produção, na distribuição e na qualidade da agua”, afirmou Adilson Cardoso.

O dirigente do MpD disse ainda ser escusado a oposição apontar o dedo ao transporte escolar, quando nenhum estudante tem ficado privado de ir às aulas por falta de transporte, e que é do conhecimento da OIAM o lançamento de um concurso para a aquisição de mais dois autocarros o que vai “melhorar “de forma significativa” a frota existente.

“Lamentamos, profundamente, a forma como a OIAM tem vindo a tentar fazer política, apostando claramente na desinformação e, por vezes, demonstrando o desejo de ver algum mal acontecer na ilha com a ganância de vir tirar algum proveito politico, mas isso demonstra claramente que o presidente Miguel Rosa e a sua equipa têm tirado sono a OIAM “, concluiu.

WN/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos