Ilha do Maio: Criadores pedem intervenção da edilidade para repor normalidade no abastecimento de água

 

Porto Inglês, 09 Jun (Inforpress) – Criadores de Morrinho e da vila da Calheta, no Maio, manifestam-se “indignados” com a demora na reposição da normalidade de abastecimento de água, situação que se prolonga há mais de um mês e pedem a intervenção da edilidade.

O abastecimento é da responsabilidade do Serviço Autónomo de Água e Saneamento, a quem os criadores acusam de não ter sabido comunicar com as comunidades para esclarecer o motivo desta “tanta demora” na resolução do problema.

Anastácio Andrade, da localidade de Morrinho, disse à Inforpress, que têm estado a passar por “momentos difíceis” há mais de um mês, devido a falta de água tanto para o consumo humano como para os animais, situação que, a seu ver, merece intervenção das autoridades.

Para sanar o problema de dar de beber aos animais, informou que alguns criadores têm socorrido de um fontenário, apesar de não reunir condições, enquanto outros, com alguma disponibilidade financeira, recorrem a auto-tanques para comprar água para beber e para dar aos animais.

O morador e criador de gado Jacinto Rosa comunga da mesma opinião, afirmando que já está na hora do problema ser resolvido para o bem de todos, visto que estes últimos dias não tem sido fácil, principalmente para os criadores.

“O mais grave é não sabermos para quando este problema vai ser resolvido, visto que o Serviço Autónomo de Água e Saneamento não tem informado as pessoas o que está passar e nós não sabemos o que fazer e até quando vamos ter que aguentar isso”, frisou.

Da última vez que foi confrontado com situação, a 20 de Maio, o edil Miguel Rosa disse acreditar que o problema estaria normalizado “dentro de dias”, visto que tinha a ver com falhas na rede distribuição que liga esses povoados.

Na ocasião pediu desculpas e paciência a população garantido que era uma questão de tempo.

A Câmara Municipal, segundo Miguel Rosa, perspectiva solucionar, de vez, o problema de abastecimento de água na ilha, com a conclusão do Projecto de Água, Saneamento e Higiene (WASH), financiado pelo Millennium Challenge Account (MCA), cujas obras serão entregues ainda este mês.

WN/CP
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos