Ilha do Maio: Comunidade desportiva congratula-se com notícia de conclusão das obras do estádio municipal ainda este ano

 

Porto Inglês, 06 Nov (Inforpress) – A Câmara Municipal do Maio reafirma  sua intenção de iniciar, ainda este ano, as obras de conclusão do estádio municipal, empreitada que deve custar à autarquia cerca de 50 mil contos.

Conforme sublinhou o vereador do Desporto, Queita Santos, esta tem sido a intenção da equipa camarária  desde que assumiu funções, razão pela qual  vem trabalhando esse dossiê de modo a responder aos anseios dos atletas, dirigentes e do público que semanalmente desloca-se ao estádio para assistir as partidas de futebol.

Segundo o responsável trata-se de uma “grande obra” e  assegurou que a “engenharia financeira” encontra-se em fase de conclusão, pelo que a edilidade prevê  iniciar  a obra estádio ainda este ano.

“Os praticantes do futebol, em particular, vão ganhar um estádio digno”, reforçou.

O lançamento das obras integra uma agenda especial da câmara por ocasião das festas do Natal e Passagem de Ano, indicou o vereador, que sublinhou que, para além do estádio municipal, a autarquia irá reforçar, sobretudo no orçamento de 2018, verbas para apoios à área social, com enfoque na habitação e requalificação urbana.

Ainda no domínio do desporto, o vereador reiterou a aposta na construção de dois campos relvados nas vilas do Barreiro e da Calheta, infra-estruturas que irão descongestionar o estádio municipal, ao mesmo tempo que irá criar alternativas de treino para as várias equipas que evoluem no futebol da ilha,

Esta noticia  foi bem aceite pelos dirigentes, treinadores e atletas maienses e, segundo o treinador da equipa dos Onze Unidos, Djó di Marina, esta notícia é “bem-vinda”, aliás sublinhou que se trata de algo que todos estavam à espera “há muito tempo”, em direcção à dignificação dos praticantes desta modalidade na ilha.

Para aquele treinador, com a conclusão desta obra vão ser criadas “mais condições e incentivos” para a nova geração de futebolistas que está a surgir.

A mesma opinião é defendida pelos dirigentes das outras equipas, tanto da primeira como da segunda divisão, que afirmam estar a aguardar com “muita expectativa” a conclusão desta infra-estrutura, anteriormente prevista para o início do corrente ano.

A questão de inexistência de um  balneário para os atletas e localização da bancada de frente para o Sol tem sido “um dos grandes constrangimentos” a todos que frequentam aquele espaço, por isso e expectativa é de que nos próximos meses a situação venha a melhorar.

Segundo os dirigentes contactado pela Inforpress, a falta de condições no estádio tem sido motivo de muitas críticas por parte das  equipas e dirigentes das equipas campeãs regionais das outras ilhas que se deslocam à ilha do Maio durante o campeonato nacional.

Por isso esperam que com esta intervenção o cenário mude e contribua para melhorara a imagem da ilha neste aspecto.

WN/AA

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos