Ilha do Maio: Agricultores recebem auxílio do MAA no combate à lagarta-de-cartucho-de-milho

 

Porto Inglês, 18 Ago (Inforpress) – A Delegação do Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA) do Maio encontra-se no terreno a auxiliar os agricultores, após ter detectado a praga de lagarta-de-cartucho-de-milho nas culturas de regadio nas zonas de Alcatraz,  Figueira Garça e Monte Vermelho.

A delegada do MAA na ilha do Maio, Tereza Tavares, assegurou que as zonas mais afectadas pela  lagarta-de-cartucho-de-milho na ilha são as de Alcatraz,  Figueira Garça e Monte Vermelho, pelo que os   técnicos da delegação já estão no terreno a repassar aos agricultores os procedimentos a ter, assim como informações sobre os produtos biológicos naturais e químicos que podem ser utilizados no combate aquela praga.

Tereza Tavares disse ainda  que, há vários produtos para combater essa praga que ataca a cultura do milho ao longo de todo o processo de crescimento, floração e fortificação, alguns naturais e mais simples, passando por produtos químicos e mais prejudiciais para o ambiente.

A delegada do MAA acrescentou que os técnicos estão a aconselhar os agricultores a arrancarem os pés de milho que já estão em avançado estado de danos e também para utilizarem os métodos “de combate biológico e químico”.

Esses produtos estão disponíveis no mercado, e, conforme adiantou aquela responsável, técnicos da delegação estão ao dispor dos agricultores para transmitir informações de como devem utilizá-los.

Para Tereza Tavares é muito importante que os agricultores estejam  atentos, não só para identificar a praga que pode disseminar, como ter em conta os procedimentos para o seu combate, porque caso não for dado o combate necessário pode colocar em risco a cultura de sequeiro.

“Ela é uma praga que ataca não só o cartucho de milho, como também produtos hortícolas, pelo que apelamos aos agricultores que tenham serenidade e caso virem algum sinal que indica a existência dessa praga nas suas propriedades que comuniquem a delegação do MAA e juntos vamos tentar resolver esta situação”, conclui.

A lagarta-de-cartucho-de-milho, que foi identificada na ilha de Santiago, já chegou às ilhas de Santo Antão, Fogo e Maio

WN/AA

Inforpress/Fim

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos