Ilha do Fogo/IV Fórum Mundial: Delegação integra produtores de vinho, café e queijo e artesão – Alberto Nunes

 

São Filipe, 14 Out (Inforpress) – A delegação da ilha do Fogo ao IV Fórum Mundial de Desenvolvimento Económico Local integra, além dos presidentes das câmaras, produtores de vinho, queijo e café, um artesanato de pedra e o responsável do Parque Natural do Fogo.

O edil de Santa Catarina do Fogo, Alberto Nunes, disse que cada um dos municípios vai apresentar um produto diferente, sendo vinho e artesanato de pedra (Santa Catarina), café (Mosteiros) e queijo (São Filipe) como “boas práticas”, observando que cada um dos municípios fará a sua comunicação em separado, mas, de forma concertada, será feita uma comunicação em relação à ilha do Fogo no seu todo.

Segundo o mesmo, o fórum é de “extrema importância” e vai permitir divulgar os municípios e a ilha e, a partir da sua realização, acredita que a ilha pode tornar-se “mais conhecida” e o evento funcionar como um factor da sua projecção e em consequência na atracção de investimentos.

Alberto Nunes mostra-se confiante que com a divulgação das potencialidades, além de passar a ser mais conhecida, a ilha poderá beneficiar de mais investimentos, o que, segundo o mesmo, dependerá do trabalho que será efectuado depois do fórum.

Fábio Vieira, presidente da Câmara Municipal dos Mosteiros, em substituição, disse que o IV Fórum Mundial de Desenvolvimento Económico Local será um “marco importante” para a consolidação da governação local em Cabo Verde, pois vai permitir não só debater e reflectir temas pertinentes e actuais sobre o futuro dos municípios cabo-verdianos, mas também promover o intercâmbio entre os principais “stakeholders” de desenvolvimento social e económico dos municípios cabo-verdianos e de Cabo Verde no geral.

Para Vieira, o fórum será “um espaço nobre de partilha de conhecimentos, experiências e know-how”, numa conjuntura em que a governação deve ser encarada, não como uma tarefa exclusiva dos órgãos eleitos (nacionais e municipais), mas sim uma responsabilidade partilhada.

A delegação do  município dos Mosteiros é composta pelos presidentes da câmara substituto e da Assembleia Municipal, Fábio Vieira e Lúcio Fernandes, respectivamente, por produtores (vinho, café) e artesãos, e espera estabelecer “contactos importantes” que poderão traduzir-se, no futuro, em relações de “cooperação estratégicas” para o desenvolvimento do município e da ilha do Fogo “como um todo”.

Com relação ao município de São Filipe a solicitação da Inforpress junto do edil, Jorge Nogueira, que é também presidente da Associação dos Municípios do Fogo e da Brava, não teve qualquer retorno.

JR/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos