Ilha do Fogo: Mais de onze toneladas de café comercial exportados para os EUA

 

São Filipe, 14 Out (Inforpress) – Mais de onze toneladas de café comercial são exportados hoje para os EUA, no quadro do acordo de fornecimento entre a “Fogo Coffee Spirit ” e a multinacional, Starbucks, que dispõe da maior cadeia de cafetarias do mundo.

Uma fonte da empresa disse à Inforpress que o café, num total de 11.610 quilogramas, foi contentorizado na sexta-feira, 13, no porto da Praia e segue este sábado, via marítima para os EUA.

A mesma fonte acrescentou que todas as exigências relativas à certificação de qualidade foram cumpridas antes da exportação, à semelhança dos anos anteriores, nomeadamente o certificado fitossanitário emitido pelo Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA).

O lote de café comercial exportado faz parte da produção de 2017 que foi tratado segundo as exigências de Starbucks, que depois irá fazer a distribuição para a sua cadeia de cafetarias que dispõe em várias partes do mundo.

Este ano a empresa exportou apenas para os EUA e neste momento dispõe de um stock de mais de quatro toneladas que se destina ao mercado nacional, tendo a empresa Emicela manifestado interesse em comprar o produto, mas até ainda o negócio não foi fechado.

No passado, a empresa exportou para países como Rússia, Japão, Holanda, Itália e Alemanha, além dos EUA.

O café é cultivado, principalmente, na área montanhosa e fértil dos Mosteiros, envolto por diversos microclimas e sem presença de produtos químicos (produção orgânica), sobretudo do Morgadio de Monte Queimado, a maior propriedade unificada de produção de café na ilha, premiada, por duas vezes, com a Medalha de Ouro da Exposição Colonial no Porto, em 1934 e Lisboa em 1949, como “o melhor café do império”.

Igualmente, no início do século XX o café do Fogo foi apresentado na Exposição Universal de Paris, juntamente com a água da nascente de Aguadinha, tendo sido classificado como o melhor café do Império Português, superando em qualidade os cafés de Angola, São Tomé e Príncipe e Timor.

Em 1917 e 1918, o café do Fogo conquistou os primeiros prémios numa exposição agrícola realizada na Cidade da Praia, além de ter tido uma participação na grande exposição da Índia Portuguesa, em 1954.

A empresa Fogo Coffee Spirit vai participar no IV Fórum de Desenvolvimento económico local e o café da ilha vai estar na feira, na próxima semana na Cidade da Praia.

JR/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos