Ilha Brava: Resolvido “diferendo” entre encarregados de educação e Escola Básica de Nossa Senhora do Monte

Nova Sintra, 06 Nov (Inforpress) – O ‘braço de ferro’ entre a Escola Básica Nossa Senhora do Monte (EBNSM) e os país e encarregados da educação, que proibiram os filhos de irem à escola, chegou ao fim depois de um encontro entre as partes.

O diferendo iniciou-se no final de Setembro, quando uma docente da turma do 1º ano foi mudada para outra do 3º ano, situação que motivou descontentamento no seio da professora e dos pais e encarregados da educação, que optaram por “boicotar” às aulas, no sentido de a professora continuar com a sua turma.

Na altura, a direcção da EBNSM estava sob mudanças, e o novo director, Austelino Tavares, que tomou posse no meio deste imbróglio, manteve a decisão do director cessante.

Segundo uma fonte ligada à contenda, após um encontro com os pais, realizado pela direcção e delegação escolar, para explicar-lhes os motivos de tais mudanças, o que não foi possível antes, a situação foi normalizada e os alunos regressaram à escola, continuando com as decisões iniciais.

No encontro com os pais, a fonte avançou, que estes demonstraram mesmo que queriam ficar com a antiga professora, mas foi uma decisão do conselho directivo e não poderiam voltar atrás. A professora Maria com a turma do 3º ano e a do 1º ano ficou sob a responsabilidade da professora Sónia.

Ainda, como forma de esclarecimento, o actual dirigente desta escola adiantou que a turma que a professora Maria tinha no início, neste caso a do 1º ano, era provisória, pois a direcção tem sempre até 31 de Outubro, para ter turmas estáveis e com professores fixos.

MC

Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos