Ilha Brava/Educação de Adultos: Coordenação tenciona estimular o gosto pela leitura e escrita do seu público-alvo

Nova Sintra, 07 Jan (Inforpress) – A coordenadora da Educação Básica de Jovens e Adultos (EJA), Paulina Delgado, disse hoje que para este trimestre pretende introduzir textos para leitura e escrita nos círculos de interesse, com os quais vem trabalhando.

Em declarações à Inforpress, Paulina Delgado realçou que sempre desenvolve actividades sob orientações da direcção central e de acordo com a realidade da ilha trabalha com jovens e mulheres chefes-de-família.

Segundo a mesma fonte, o objectivo é trabalhar círculos de aprendizagens ao longo da vida, onde trabalha na sensibilização e inscrição de jovens e adultos, incentivando-os a estudarem.

Mas, para isso, explicou que é preciso ter um número que justifique a abertura de turmas para o ensino recorrente, o que até então não foi possível.

Daí, explicou que neste momento estão a trabalhar com círculos de interesse, na localidade de Mato e outro na localidade de Braga, sendo que o de Mato é composto por uma camada mais jovem, e na Braga o círculo possui pessoas mais adultas.

Neste mês de Janeiro, informou que pretende introduzir pequenos textos para leitura e escrita como forma de estimular-lhes o amor pela leitura e escrita, com o devido acompanhamento, visto que a maioria são mães ou chefes-de-famílias que já possuem algum tempo fora das salas de aulas.

E, destacou que sempre tenta levar actividades que todas conseguem fazer ou tentar adaptá-las ao meio, pois estes círculos têm sido uma forma das jovens e mulheres domésticas sem rendimento mensal aprenderem algo e depois com algum aperfeiçoamento acabam por fazer destas actividades uma fonte de rendimento.

Além disso, Paulina Delgado afiançou que estes círculos de interesse têm funcionado para uma “troca de experiência e uma escapa à rotina diária” para estas mulheres.

Nestes mesmos círculos, acabam por realizar actividades em comemoração às datas marcantes e de interesse social, com discussão de temas relacionados entre outras actividades.

Questionado sobre a equidade de género nestes círculos, esta responsável adiantou que o objectivo é trabalhar com ambos os sexos, mas infelizmente não tem sido fácil sensibilizar os homens, tendo grupos constituídos somente por mulheres.

Além deste facto, Paulino Delgado frisou ainda que o intuito também é trabalhar com todas as comunidades da ilha, mas até então não foi possível organizar mais círculos dado o número insuficiente de participantes.

E neste sentido, apela às mulheres e jovens e à população em geral que se enquadra nesta área a participarem nestas actividades porque é algo útil para cada um e para toda a sociedade bravense que sai ganhando, enfatizando que são somente duas horas por semana.

Recentemente a EBJA finalizou um curso de Espanhol “Comunicate1”, destinado a pessoas que trabalham com áreas ligadas ao turismo, mas que despertou o interesse de diversas outras áreas e neste momento está a aguardar financiamento para um possível curso de Inglês.

MC/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos