Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ilha Brava: Cerca de 70% dos adolescentes já se encontram vacinados – director CENS

Nova Sintra, 10 Jan (Inforpress) – O director do Complexo Educativo de Nova Sintra (CENS) e da Escola Secundária Eugénio Tavares (ESET), David Pascoal, garantiu hoje que cerca de 70 por cento (%) dos adolescentes no sistema já se encontram vacinados.

Esta informação foi avançada à Inforpress por aquele responsável, realçando que neste momento já se iniciou o segundo trimestre e que, do corpo docente, encontra-se a cumprir quarentena domiciliar um professor e que, do quadro dos alunos e dos restantes funcionários, ainda não surgiu nenhum caso positivo até esta.

Segundo a mesma fonte, já lá vão dois anos a conviver com esta pandemia, mas, sublinhou, durante o primeiro trimestre quase não houve casos de covid-19 na Brava, o que lhes permitiu trabalhar “tranquilamente”.

Entretanto, sublinhou que, no final do ano civil 2021, estando os alunos já de férias surgiu a questão da nova variante Ómicron e a propagação “exponencial” de casos de covid-19, evidenciando que o país tomou novas medidas para a prevenção da propagação e que nas escolas reforçou-se as medidas que já tinham sido implementadas desde o ano lectivo transacto.

Ante o aumento dos casos, David Pascoal relembrou que hoje já há uma “vantagem”, referindo-se à vacinação e informou que no CENS já se conta com 70 a 80% de adolescentes e 97% de professores vacinados.

“Não há grande dúvidas de que a vacina já está cientificamente aprovada e eficiente. A 3ª dose, a ciência indica que uma pessoa que receber esta dose aumenta entre 85% a 90% a sua imunidade. Daí ser importante, nesta fase de propagação exponencial do Ómicron, caso for possível, todos aderirem à campanha e fazer a 3ª dose de vacina, aumentando assim a sua imunidade e depois ganhar a imunidade de grupo”, aconselhou, explicando as vantagens desta vacina nesta luta que considera ser de “todos”.

Quanto às actividades lectivas e à covid-19, David Pascoal realçou que vão decorrer “normalmente”, e que as datas comemorativas e as outras efemérides vão ser comemoradas dentro daquilo que são as restrições impostas neste contexto de pandemia, evitando no máximo possível a aglomeração de alunos, garantir o uso de máscara, distanciamento social, entre outras medidas.

Quanto aos alunos, professores e funcionários afectos ao CENS, este responsável não só augura um excelente ano, mas também faz votos de um óptimo trimestre, relembrando que este é “relativamente curto”, mas decisivo para os alunos, aconselhando a cada um dar o seu máximo para assim atingir os objectivos e a meta pretendida.

MC/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos