Igreja Adventista sustenta que se devia evitar coincidência das campanhas com a Semana Santa

Cidade da Praia, 31 Mar (Inforpress) – O responsável da Igreja Adventista do Sétimo Dia, Natalino Martins, considerou hoje que a campanha eleitoral para as eleições legislativas “não devia coincidir com a Semana Santa”, embora não faça “nada  de especial” em relação à Páscoa.

“Durante esta Semana Santa deveríamos estar mais focalizados, pensando naquilo que Cristo fez por nós”, exortou o reverendo, acrescentando que, havendo campanha eleitoral para as eleições legislativas, estas “devem ser feitas com toda a serenidade e sem fazer tanto barulho”.

Com a campanha eleitoral, prosseguiu, muitas pessoas podem correr o risco de se esquecerem da semana que se está a celebrar, que é Semana Santa.

“Devemos estar mais focalizados naquilo que é espiritual”, indicou, acrescentando que “seria o melhor se o início da campanha eleitoral não coincidisse com a Semana Santa”, pelo que, sintetizou, a campanha eleitoral deveria iniciar-se a partir de segunda-feira, 05 de Abril.

Instado sobre as actividades da sua igreja nesta época, revelou que no quadro da Semana Santa a Igreja Adventista do Sétimo Dia procura falar aos seus fiéis sobre  a morte de Jesus Cristo e “o que Ele fez por nós”.

“O que normalmente realizamos é uma Semana Santa, que começou no domingo passado e termina no sábado para falarmos um pouco sobre a morte e ressurreição de Cristo”, disse, ainda, aquele responsável.

Para o reverendo Natalino  Martins, não fosse feriado na Sexta Santa, eles trabalhariam na mesma, mas, afirmou a “Semana Santa continuaria com as actividades nas igrejas”.

LC/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos