IGAE apreende 15.000 unidades de medicamentos ilegais em São Vicente

Cidade da Praia, 27 Fev (Inforpress) – A Inspecção Geral das Actividades Económicas (IGAE), apreendeu na última semana, na ilha de São Vicente, 15.000 unidades de medicamentos ilegais, que estavam a ser comercializados de forma fraudulentos.

Numa nota publicada na rede social Facebook, a IGAE informou que entre os medicamentos constavam amoxicilina, albendazol, metronidazol, clopromazina, mebendazol, indometacina, fluconazol, com valores ainda por apurar.

Além de apreensão dos medicamentos ilegais, a IGAE encerrou também uma loja de produtos naturais-ervaria, onde foi também apreendido dezenas de produtos eróticos. No estabelecimento foi encontrado ainda máquina de uso médico não autorizado que servia de base para consultas.

A operação contou com a cooperação da Direcção Geral de Farmácia, Delegacia de Saúde e a Policia Nacional.

Ainda na última semana, a IGAE encerrou seis estabelecimentos comerciais em São Vicente, por não apresentarem as condições de higiene exigidas, pondo em causa a saúde dos consumidores.

Os estabelecimentos encerrados vendiam bebidas alcoólicas ilegais, sem cumprimento dos requisitos de rotulagem, cartão de sanidade caducado e em falta e falta de placa de proibição de venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.

Outras irregularidades também foram detectadas, nomeadamente comércio ilegal do grogue, reutilização de copos descartáveis e lavagem incorrecta de copos para venda de bebidas alcoólicas.

As operações de fiscalização irão continuar diariamente no terreno até ao final do ciclo de produção de 2019, visando garantir a legalidade do funcionamento dos estabelecimentos comerciais, e os produtos comercializados, refere a IGAE.

HR/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos