Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Idai: Cruz Vermelha de Cabo Verde convida artistas para “cantar” Moçambique (c/áudio)

Cidade da Praia, 28 Jun (Inforpress) – A Cruz Vermelha de Cabo Verde convida 17 artistas nacionais para um concerto “Nu Kanta Pa Moçambique” no dia 27 de Julho, onde esperam mobilizar 15 mil pessoas para o Estádio da Várzea, na Cidade da Praia.

Em conferência de imprensa hoje, o vice-presidente da Cruz Vermelha, José Avelino de Carvalho, explicou que este acto solidário é para apoiar na reconstrução das zonas afectadas em Moçambique pelos ciclones Idai e Kenneth, em Março, onde são necessários um total de 3,2 milhões de dólares para que o país volte à normalidade.

Para o director artístico deste concerto, Manuel de Candinho, os artistas são “sensíveis” a essas causas por isso abraçaram-no. Para além dos aristas, Manuel de Candinho espera que a população de Cabo Verde também apoie as famílias da cidade de Beira.

“Eu e a minha equipa estamos determinados em fazer tudo para que realmente tenhamos algo para enviar a Moçambique. A escolha do Estádio da Várzea é mesmo com a intenção de fazer passar por lá toda a gente. Espero pelo menos 15 mil pessoas”, perspectivou.

Este artista acredita que será um “grande concerto” porque vão actuar 17 artistas de renome como Boy G Mendes, Gil Semedo, Solange Cesarovna, Tito Paris, Mito Kaskás, Bulimundo, Cordas de Sol, Lavi e entre outros.

Os bilhetes podem ser adquiridos no preço de 800 escudos até 1000 escudos e o espetáculo está previsto para as 22:00, do dia 27 de Julho.

O artista Gil Semedo disse que abraçou esta causa por ser solidário com os seus irmãos de Moçambique que passaram por momentos difíceis.

“Como artista, a forma mais correcta de dar a minha contribuição é subir ao palco e cantar para Moçambique, sendo solidário. Espero que o meu povo de Cabo Verde se junte a nós para apoiar essa iniciativa porque precisamos ajudar os nossos irmãos”, apelou.

José Avelino de Carvalho fez saber que o montante da campanha “Ajude-nos a ajudar Moçambique”, lançada pelo Governo e pela Cruz Vermelha, já ascendeu a 5 mil contos e esta quantia e os demais que serão arrecadados no concerto serão enviados a Moçambique em finais de Agosto.

De recordar que Cabo Verde enviou uma equipa de 12 técnicos para juntaram-se à Federação Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho na assistência médica e medicamentosas às vítimas em Moçambique.

AM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos