ICIEG regozija-se com o facto de 45,5% de mulheres presidirem assembleias municipais em Cabo Verde

Cidade da Praia, 16 Nov (Inforpress) – O Instituto Cabo-verdiano para Igualdade e Equidade de Género (ICIEG) destacou hoje o facto de 45,5 por cento (%) dos presidentes das assembleias municipais de Cabo Verde, eleitos nas autárquicas de 25 de Outubro, serem mulheres.

Em nota enviada à Inforpress, a instituição considerou que um ano após a aprovação da Lei da Paridade, Cabo Verde exibe agora dez mulheres presidentes de assembleias municipais, uma percentagem “jamais alcançada” nas eleições autárquicas no País.

“Um ano de luta sem tréguas com vista a repor a justiça social e ter mais mulheres nas esferas de decisão, eis que dez bravas guerreiras tomam posse à frente deste importante órgão autárquico. São de partidos diferentes, mas em comum têm Cabo Verde”, lê-se ainda no documento assinado pela presidente do ICIEG, Rosana Almeida.

Na nota, o ICIEG diz ainda render uma “singela homenagem” a cada uma das presidentes das assembleias eleita.

“Lutaremos junt@s para quebrar os telhados de vidro e fazer com que a futura geração de cabo-verdianas não tenham que enfrentar as dificuldades que superaram nessa vossa bonita missão. Igualdade é a nossa aposta e paridade a nossa luta comum”, reforçou Rosana Almeida.

Por outro lado, o ICIEG defende a necessidade de se manter o foco “de olhos postos nas legislativas de 2021” já que “o País precisa de mais mulheres no parlamento e no Governo”, porque a missão é de “criar oportunidades para todas e todos.”

“Precisamos de meninas visionárias, auto-confiantes e mulheres dispostas a correr riscos profissionais. Precisamos educar os nossos filhos para a igualdade, exigir ambição profissional às mulheres e raparigas Até à igualdade!”, finalizou.

GSF/AA

Inforpress/Fim

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos