Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Hospital Agostinho Neto recebe equipamentos para serviço de otorrinolaringologia avaliado em 1700 contos

Cidade da Praia, 28 Fev (Inforpress) – O Hospital Agostinho Neto, na Cidade da Praia, recebeu hoje equipamentos para o serviço de otorrinolaringologia doados pela empresa Dimalgo, no valor de 1700 contos, os quais vão “contribuir para a redução de transferências de doentes e custos”.

Durante o acto de entrega, hoje, na Cidade da Praia, a directora do serviço de otorrinolaringologia, Carmem Almeida, que agradeceu a empresa portuguesa por este gesto, adiantou que constitui também um “motivo de festa e alegria” para toda equipa, que não dispunha deste material.

“Este broncoscópio com pinças e aspiradores é utilizado no bloco operatório e serve para a extracção de corpos estranhos em vias respiratórias sobretudo nas crianças”, explicou a responsável, indicando que esta é a primeira vez que o hospital dispõe de um equipamento completo de corpo estranho bronquial.

Em representação da empresa portuguesa, Luís Gomes, sublinhou que é com “grande satisfação” que a Dimalgo mais uma vez vai ao encontro de uma necessidade “muita grande” e solicitada pelo serviço de otorrinolaringologia, mas deixou um apelo no sentido de se fazer o bom uso, por se tratar de um equipamento “muito caro”.

“Aproveito a oportunidade para lançar um desafio a direcção do hospital para a criação de uma associação amiga do Hospital Agostinho Neto, em que cada um possa colaborar com algo para o hospital e utentes”, sublinhou.

Por seu turno, o presidente do conselho de administração do hospital, Júlio Andrade, mostrou-se “muito satisfeito” com este gesto, uma vez que, ajuntou, esses materiais “vão ajudar a salvar vidas”, evitar complicações e reduzir as transferências de doentes para o exterior e, em certos casos, precisou, alguns pacientes eram transferidos para o exterior devido a complicação.

Júlio Andrade considerou o gesto de “louvável” e disse esperar que continuem a trabalhar por muitos anos, na perspectiva de criar a associação proposta pelo representante da empresa e trazer benefícios para determinado sector do hospital, realçando que o purificador de água recebido recentemente é um aspecto de humanização que será complementado com investimentos.

AV/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos