HAN recebe equipamentos de neonatologia da UNICEF/UNFPA orçados em cerca de 5,5 milhões de escudos

Cidade da Praia, 25 Nov (Inforpress) – O Hospital Agostinho Neto (HAN) recebeu hoje do escritório conjunto da UNICEF e UNFPA um conjunto de equipamentos médicos de neonatologia, nomeadamente ventiladores neonatais e monitores de sinais vitais, orçados em cerca de 5,5 milhões de escudos.

Segundo o presidente do Conselho de Administração do HAN, Emadueno Cabral, esses equipamentos vão reforçar a qualidade dos cuidados neonatais e a consequente, contribuir para a diminuição da mortalidade neonatal precoce.

Aquele responsável lembra que o serviço de neonatologia HAN, na Cidade da Praia, presta cuidados mais especializados aos recém-nascidos de toda a região de Sotavento, e socorre-se de dados de 2019 para mostrar os efeitos que esses tipos de equipamentos, hoje doados, têm na melhoria dos cuidados.

“Em 2019, dos 1.961 nascimentos nesse estabelecimento hospitalar, 28 por cento (%) dos internados necessitaram de cuidados especiais, 33% tinham baixo peso e a prematuridade representou mais de 26%. A taxa de mortalidade dos nascidos no HAN rondou os 1,35%”, especificou.

Esses resultados, segundo frisou, se deveu ao forte engajamento dos profissionais de saúde que trabalham diariamente no serviço de neonatologia, mas também aos investimentos que vêm sendo efectuados no serviço de neonatologia, e que mostram uma melhoria substancial, quer em termos de atendimento, de internamento, de consultas e seguimento.

“O internamento aumentou mais 26%, as consultas e seguimentos aumentaram mais 9% e os óbitos infantis reduziram mais de 22%”, precisou, enaltecendo as parceiras nacionais e internacionais.

“A entrega desses equipamentos, nomeadamente ventiladores neonatais, monitores para sinais vitais e assessórios, vai “seguramente” reforçar capacidades de respostas e contribuirá para a melhoria da qualidade de atendimento neonatal e espera-se seguramente uma diminuição na mortalidade infantil”, realçou.

Por sua vez, o coordenador do escritório conjunto do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e do Fundo das Nações Unidas para a População (UNFPA), Opia Cumah, adiantou que esse gesto, visa, sobretudo, ajudar a fortalecer a qualidade do atendimento aos recém-nascidos em Cabo Verde.

Por outro lado, diplomata reiterou o compromisso do UNICEF e do UNFPA em apoiar o País no cumprimento das metas nacionais e dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), especialmente aqueles que contribuem para a saúde e o bem-estar das crianças e redução da mortalidade neonatal e infantil.

A cerimónia foi presidida pelo director nacional de Saúde, Jorge Noel Barreto, que realçou os ganhos conseguidos por Cabo Verde no sector da saúde, desde que o País se tornou independente, graças aos investimentos feitos com apoios dos parceiros de desenvolvimento e devido à continuidade das políticas adoptadas pelos sucessivos governos até este momento.

“Este talvez terá sido um dos factores cruciais que permitiu-nos chegar até onde chegamos hoje com os indicadores que temos”, disse, enaltecendo também a entrega e o empenho dos profissionais de saúde na prestação dos cuidados.

Os equipamentos hoje recebidos foram solicitados pelo Ministério da Saúde e da Segurança Social, através do Programa Nacional da Saúde Sexual e Reprodutiva.

MJB/DR

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos