Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Grupo Parlamentar do MpD toma pulso da situação turística no Sal no quadro da preparação do debate sobre o estado da Justiça

 

Espargos, 20 Out (Inforpress) – O grupo parlamentar do Movimento para a Democracia (MpD) toma pulso da situação turística na ilha do Sal tendo concluído hoje uma visita de dois dias e este concelho no âmbito da preparação do debate sobre o estado da Justiça.

Durante dois dias em jornadas parlamentares descentralizadas na ilha do Sal, o grupo de deputados nacionais do Movimento para a Democracia priorizou o sector turístico, tendo agendado visitas a pontos de interesse turístico, a diferentes instalações hoteleiras, e programado, também, uma conferência sobre o lema “Modelos de desenvolvimento de turismo”.

A comitiva parlamentar aproveitou a ocasião para visitar os bairros degradados de Alto Santa Cruz, Alto São João e Alto Saco, a par de encontro de trabalho com o edil Júlio Lopes e o presidente da Câmara de Turismo, Gualberto do Rosário.

Nesta deslocação com o foco no sector do turismo e segurança, Francisco Correia, deputado eleito pelo círculo eleitoral do Sal, em representação do grupo, advoga que a escolha da ilha para essas jornadas deve-se à sua importância no contexto económico nacional.

“Visitamos vários pontos turísticos, analisamos benefícios e prejuízos que neste momento existem… por forma a levar essas preocupações ao Governo, porque Sal, sendo uma ilha essencialmente turística e com grande peso na economia do país, é preciso ser dado um carinho especial, visando projectar o turismo a nível nacional”, sublinhou.

Considerando que a nível do turismo a ilha caminha bem, Francisco Correia disse, entretanto, que os desafios são ainda maiores.

“Temos várias situações que carecem de muitos reparos e atenção, se queremos garantir o turismo como factor principal para a economia do Sal e do país. Eis a razão pela qual estamos a abrir todo o tipo de encontro e debate porque temos problemas ambientais, segurança, organização de praia de Santa Maria, entre outros dilemas”, indicou o deputado.

Quanto ao estado da justiça, tema que vai estar em debate na sessão deste mês de Outubro, na Assembleia Nacional, Francisco Correia garante que o MpD está devidamente preparado para a discussão deste sector.

“A economia do país está indissoluvelmente indexada à justiça e à segurança. Um país só se desenvolve, tem uma economia robusta e com perspectiva de futuro, se realmente tem uma segurança eficaz e uma justiça que funciona na sua plenitude, para a defesa de interesses tanto do cidadão como de investidores estrangeiros”, concluiu.

SC/FP

Inforpress/Fim

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos