Grupo Caetano Retail apoia nove jovens das Aldeias SOS no acesso ao ensino superior

 

Cidade da Praia, 09 Ago (Inforpress) – O Grupo Caetano Retail vai subsidiar o pagamento de propina a nove jovens das Aldeias Infantis SOS que frequentam o ensino superior, no âmbito de um acordo rubricado hoje na Cidade da Praia.

O acordo, válido por um período de dois anos, com início a partir da data da sua assinatura, e com possibilidade de renovação automática, faz com que o Grupo Caetano Retail disponibilize um montante de 1.536 contos para o efeito.

Na ocasião, o director das Aldeias SOS, Dionísio Pereira, disse que com este acordo o grupo está a reforçar o seu engajamento, enquanto organização social, no quadro das realizações dos Objectivos do Desenvolvimento Sustentável 2030”.

Salientou que o acordo vai corresponder a quarta iniciativa estratégica das Aldeias SOS, que tem como propósito a melhoria de condições dos seus jovens, de maneira que possam ter trabalho decente, serem autónomos, resilientes e capazes de ajudar as suas próprias famílias.

Dionísio Pereira, que almeja que este acordo venha a abranger, no futuro, mais jovens, garantiu que a instituição que dirige, à semelhança dos acordos anteriores celebrados com aquela empresa, nomeadamente a “Campanha Natalícia de 2007” e “Campanha Doe Agora 2016”, que resultou em dois mil contos cada, vai fazer valer à letra o documento ora assinado, em termos concretos com resultados “visíveis e palpáveis”.

O director das Aldeias SOS destacou ainda a “sensibilidade” do grupo às causas sociais e a confiança que deposita na organização, pela positiva, acrescentando que tal colaboração tem reforçado as suas acções, encoraja-os e motiva os beneficiários nas suas intervenções.

Por seu turno, o administrador do Grupo Caetano Retail, Fernando Leite, explicou que o apoio às Aldeias SOS vai na lógica de o “papel fundamental que o ensino superior tem no desenvolvimento socioeconómico nas sociedades e na construção do futuro, principalmente nas crianças sem cuidados parentais”.

Recordando o lema do fundador da empresa, Salvador Fernando Caetano, disse que o grupo vai estar “sempre presente na construção de um futuro melhor”, neste caso para os nove jovens cabo-verdianos, proporcionando-os o acesso ao ensino superior.

FM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos