Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Greve dos trabalhadores do Instituto do Turismo suspensa depois de as partes chegarem a acordo

Cidade da Praia, 14 Abr (Inforpress) – A greve dos trabalhadores do Instituto do Turismo, marcada para 14 e 15 de Abril, foi suspensa, depois de a Direcção-Geral do Trabalho (DGT), o Instituto e os 15 funcionários, terem chegado a um acordo favorável.

A informação foi avançada à Inforpress pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública de Santiago (STAPS), Fernando Baldé, explicando que depois de praticamente um dia de negociação a instituição prometeu publicar o Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS), 90 dias depois das eleições legislativas.

“A nossa luta era para publicar o PCCS até 31 de Março, conforme foi prometido pelo Instituto do Turismo, mas não foi cumprido o acordo. Porém, depois do diálogo entre as partes interessadas, aceitamos a proposta feita pela instituição”, declarou.

Conforme o dirigente sindical, os sindicatos e os trabalhadores entenderam que neste momento a instituição não tem meios de atribuir PCCS, visto que não foi orçamentado, contudo, irão aguardar mais três meses depois das eleições legislativas.

“Já estamos à espera há um ano e meio, pois isso significa que podemos esperar mais três meses visto que as eleições legislativas já estão próximas”, afirmou.

Fernando Baldé afiançou que o contrato já está assinado e que, mesmo em caso da troca de governo, o contrato será mantido.

“O acordo foi assinado pela presidente do Conselho de Administração da Instituição de Turismo, Zilca Paiva”, concluiu.

DM/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos