Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Governo vai transformar a Escola de Arte e Ofício da Cidade Velha em Centro de Emprego e Formação Profissional

Cidade da Praia, 15 Jun (Inforpress) – O Governo vai transformar a Escola de Arte e Ofício da Cidade Velha em Centro de Emprego e Formação Profissional que irá beneficiar os jovens deste concelho, assegurou o vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia.

A garantia foi dada pelo governante, esta manhã, durante a sua intervenção na cerimónia de apresentação pública das Ofertas Formativas 2019, Estágios Profissionais e Oportunidades de Financiamento, no município da Ribeira Grande de Santiago.

Entretanto assegurou que a verba para criação deste centro já está disponível, e neste momento caberá à equipa que está a trabalhar neste projecto e à câmara municipal acelerar o processo para que o Governo possa avançar rapidamente.

“Nós queremos que este centro seja gerido por um jovem de Ribeira Grande de Santiago que nos apresentem uma proposta em parceria com a câmara municipal, e o Governo dará todo o apoio, criará todas as condições para que a estrutura tenha a gestão de um jovem privado deste concelho, mas para que os resultados sejam atingidos e que contemplem os jovens”, precisou.

Para tal, desafiou a juventude ribeira-grandense a ser empreendedora sendo que o futuro depende de cada um, a assumir a sua responsabilidade, ter iniciativas de olhar para o seu município, sendo que caberá ao estado criar as condições.

Com o reforço da verba para a formação profissional, assegurou que vão continuar a trabalhar para preparar a juventude cabo-verdiana, garantir que todos aqueles que queiram e reúnem requisitos para terem acesso à formação profissional sejam beneficiados de modo a criar oportunidades para promover inclusão social e regional.

“Se a nossa equipa conseguir consumir todo esse recurso com sucesso e com formação de qualidade nos alocaremos mais recursos para que todos os jovens cabo-verdianos sejam contemplados, sendo que temos previsto 5.000 para estágios, 5.000 para formação profissional e para Ribeira Grande de Santigo estamos a prever 300 jovens e criação de 300 empresas”, sublinhou.

Entretanto garantiu que o estado está disponível para apoiar, incentivar e criar instrumentos para aqueles que queiram avançar, produzir e contribuir para um país melhor, mas desafiou os jovens a assumirem as suas responsabilidades com o intuito de serem proactivos, empreendedores, criativos e procurarem sempre novas soluções.

AV/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos