Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Governo vai estabelecer prazo para que todos os cidadãos tenham Cartão Nacional de Identificação

Cidade da Praia, 08 Jun (Inforpress) – A ministra da Justiça, Joana Rosa, anunciou hoje que vai ser estabelecido um prazo para que todos os cidadãos tenham o Cartão Nacional de Identificação (CNI), medida que visa dar continuidade ao processo de informatização documental.

Joana Rosa fez esta declaração à imprensa, à margem da visita que realizou à Direcção-geral dos Registos Notariado e Conservatórias.

Na ocasião, a governante avançou que o serviço de emissão do CNI já está a funcionar há algum tempo, pelo que vai se fazer uma análise para saber concretamente quantos já foram emitidos, desde que se iniciou o processo.

No entanto, disse, numa fase posterior vai ser estabelecer um prazo para que todos possam ter o CNI e eliminar o bilhete de identidade.

“Mas ainda temos desafios, pois em África, ainda se está a emitir o bilhete de identidade porque não há condições para a emissão do CNI nos postos consulares no continente”, esclareceu.

Por outro lado, afiançou, vão ser distribuídos os leitores de cartões às instituições,  o que,  segundo a ministra,  vai possibilitar maior celeridade junto dos serviços que os utentes procuram.

“É recomendável que todos façam o seu cartão nacional de identificação, porque será muito importante na medida em que as pessoas que se dirigem a outros serviços, não irão precisar de outras documentações, que já constam no CNI”, reiterou.

Joana Rosa destacou ainda investimentos em equipamentos “novos e bem mais preparados” para receber dados de forma rápida, salientando, no entanto, que o documento é emitido em Portugal por não haver condições internas, ainda, para a sua emissão no País.

HR/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos