Governo refuta acusações do autarca dos Mosteiros alegando reivindicação de obra municipal

Cidade da Praia, 19 Out (Inforpress) – O Governo refutou hoje as acusações do presidente da câmara dos Mosteiros, Fernandinho Teixeira, sobre obra municipal, garantindo que nos últimos quatro anos, o Executivo investiu em infraestruturas naquele município, um total de 360 mil contos.

A reacção veio do Ministério do Turismo e Transportes, através do gestor do Fundo do Turismo, Manuel Ribeiro, em conferência de imprensa hoje, na Cidade da Praia, na sequência das declarações do presidente da Câmara Municipal dos Mosteiros, que acusou o Governo de “falsear a verdade e mentir a população”, em relação ao financiamento das obras do Beco, uma infraestrutura que o autarca dos Mosteiros apresenta como sendo municipal.

Segundo Manuel Ribeiro, que falava também em representação da Gestão do Fundo do Turismo e do Programa de Requalificação, Reabilitação e Acessibilidade (PRRA), as informações do edil são “falsas”.

“Estamos a falar de um total de investimentos em infraestruturas no valor de 360 mil contos no município dos Mosteiros, em que cerca de 175 mil contos foram transferidos para os cofres da Câmara Municipal dos Mosteiros e 185 mil contos contemplaram as obras em estradas geridas directamente pelo Governo”, indicou.

De entre os investimentos feitos no concelho dos Mosteiros estão, conforme a mesma fonte, as obras da Orla Marítima da Praia de Beco, cuja empreitada está orçada em 39 mil contos que foi financiada na íntegra pelo Fundo do Turismo.

Relativamente aos desembolsos para esse projecto, adiantou o gestor, até este momento já foram transferidos 17 mil contos, em função da execução das obras, acrescentando que, entre 2017/2020, além das transferências para o funcionamento dos serviços sociais de 3.937 contos, também foram assinados contratos programas para intervenções sociais propostas pela câmara no valor de 6. 191 contos”, realçou.

No âmbito do PRRA, Manuel Ribeiro afirmou que o Governo assinou, de 2017 até 2020, com a autarquia, cinco contratos programas no valor que ascendem a 77 mil contos para a requalificação do Bairro de Queimadas, reabilitação de 66 habitações e ruas, de entre outros projectos, havendo um saldo de 27 mil contos.

Concernente ao investimento do fundo do ambiente, o responsável aponta que foram rubricados 5 contratos programa entres as partes, no montante global de 48 mil contos em 2017, tendo já sido transferido quase totalidade desse valor, havendo um “pequeno saldo” de 600 contos por transferir devido a não apresentação dos justificativos e documentos de despesas.

No que diz respeito ao sector da educação, o gestor garantiu que foram assinados dois contratos programa no valor total de 11.200 contos para a reabilitação das escolas e 2.223 contos para o apoio no transporte escolar, totalizando 13.427 contos.

TC/DR/FP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos