Governo quer reduzir a taxa de desemprego para um dígito ainda nesta legislatura

Cidade da Praia, 03 Abr (Inforpress) – O vice-primeiro ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia, disse hoje que o Governo quer reduzir, ainda nesta legislatura, a taxa de desemprego, que se encontra a 12,2 por cento (%), para apenas um dígito.

Olavo Correia fez esta intervenção à imprensa, à margem do evento para apresentação pública dos avanços na implementação do Plano Estratégico do Desenvolvimento Sustentável (PEDS) Cabo Verde 2017 – 2021, que aconteceu na Cidade da Praia.

Conforme avançou, “esta é a missão do executivo”, não obstante a seca de dois anos que atingiu o país e outros condicionantes que não beneficiaram a crescimento da economia.

“Portanto, com a aceleração das reformas que estamos a empreender nos mais diversos sectores, estou muito optimista que conseguiremos lá chegar”, indicou.

O governante traçou esta meta, sobretudo no que tange ao desemprego jovem, cujo objectivo é reduzi-lo para metade, passando de 40% a para 20%.

“Está ao nosso alcance, se todos trabalharmos bem, o Governo, sector privado, sociedade civil, indivíduos, família, temos tudo para fazer de Cabo Verde um país extraordinário.

Da mesma forma, assegurou que o desafio passa também pela redução da pobreza no país, introduzindo novas formas de financiar a economia e de acelerar positivamente o desenvolvimento nacional.

Os dados referentes aos indicadores do mercado de trabalho apresentados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), apontam que a taxa de desemprego, em 2018, situou-se em 12,2%, valor semelhante ao verificado em 2017.

A percentagem maior se encontra entre os jovens de 15 a 24 anos, com 27,8%, embora tenha-se registado uma diminuição de 4.6 pontos percentuais (p.p) em 2017, 32,4% nesta faixa etária.

A população desemprega em 2018, foi estimada em 27.028 pessoas, tendo diminuído de 1.396 pessoas, comparado a 2017.

HR/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos