Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Governo optimista quanto à retoma do turismo em Cabo Verde apesar da nova vaga de covid-19

Cidade da Praia, 03 Dez (Inforpress) – O ministro do Turismo e Transportes, Carlos Santos, declarou-se hoje optimista quanto à retoma do turismo em Cabo Verde, apesar da nova vaga da covid-19, que tem afectado muitos dos países emissores de turistas para o arquipélago.

Falando aos jornalistas no final da audição parlamentar em sede da terceira comissão especializada, no âmbito da discussão na especialidade do Orçamento de Estado para 2022, Carlos Santos disse estar crente de que o país está numa fase de reinício da actividade.

“Fomos bastante fustigados pela pandemia, mas estamos esperançados que já estamos a atingir um ponto de não retorno do crescimento do turismo, apesar de toda a atmosfera de incerteza que nós estamos a ter além-fronteiras, mas é bom lembrar que o turismo não depende só de Cabo Verde”, disse,

Entretanto, da parte do país, garantiu que o trabalho tem sido feito, e destaca a concretização do plano de renascimento do turismo que, conforme indicou, teve foco em dois grandes projectos.

“Temos o projecto do turismo seguro, em que preparamos as nossas unidades hoteleiras, os restaurantes, pubs e tudo que se diz respeito ao turismo para receber os turistas bem, em segurança e com segurança sanitária garantida e também o programa que permitiu que mais de 2.500 profissionais da área do turismo pudessem ser capacitados para o efeito”, explicou.

Carlos Santos indicou que o país começou a colher já os frutos desse trabalho, com os bons resultados já registados.
No momento em que muitos países estão a fechar as suas fronteiras como medida de contenção para evitar a evolução da pandemia, o Governo de Cabo Verde afastou essa possibilidade.

Entretanto, entrou em vigor hoje uma resolução que restabelece a obrigatoriedade de apresentação de resultado negativo de teste RT-PCR (teste molecular de reação em cadeia da polimerase com transcrição reserva) realizado até 72 horas antes da data e hora de embarque ou de teste rápido antigénio para despiste de infecção pela covid-19 realizado até 48 horas da data e hora do embarque.

A medida aplica-se a todos os passageiros com maior de 12 anos e tripulantes que se desloquem por meios aéreos ou marítimos em viagens internacionais com destino a Cabo Verde para efeitos de entrada no território nacional e independentemente da apresentação de certificado da covid-19 de vacinação válido.

MJB/JMV
Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos