Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Governo incita ao reforço na investigação científica e tecnológica nas instituições do ensino superior

Cidade da Praia, 30 Ago (Inforpress) – O Governo considerou ser essencial reforçar e incentivar mais a investigação científica e tecnológica nas instituições do ensino superior, visando uma melhor qualidade das formações e o reforço das competências para o mercado e da sociedade.

Esta posição foi assumida pela secretária de Estado do Ensino Superior durante uma visita de cortesia e trabalho ao Núcleo Operacional da Sociedade de Informação (NOSi-EPE), nas suas instalações do Data Center, em Achada Grande Frente, Praia, onde destacou o papel das instituições públicas e privadas na capacitação e formação dos jovens, “aptos para o mercado de novas tecnologias”.

“É muito importante também para nós, colher esta experiência do NOSi para incentivar o reforço da transição digital, o reforço à investigação científica, porque o ensino superior só se desenvolve quando caminha à par e passo com a ciência e tecnologia”, ressalvou Eurídice Monteiro.

Revelou que o Governo está a trabalhar no sentido de apostar nas tecnologias, quer por causa do ensino à distância, mas também motivado pela modernização de toda a dimensão que o ensino superior exige, numa articulação muito forte, com o contexto do trabalho, e também com outras instituições a nível internacional.

Ao enaltecer a importância do(NOSi-EPE) como um dos grandes parceiros para o reforço da transição digital nas instituições do ensino superior e que se está aberto ao incentivo às universidades com estágios profissionais, a governante alertou que cada vez mais as instituições são obrigadas a se adaptarem ao mundo digital.

“Isto é importante não só a nível da formação científica dos profissionais, tecnológica dos profissionais, mas também da adaptação das instituições do ensino superior para poderem responder, sobretudo neste contexto em que a pandemia exige um distanciamento físico, mas exige também um acesso, cada vez, mais rápido às informações e às pessoas”, replicou.

Eurídice Monteiro destacou, nesta visita, a capacidade do NOSi em se adaptar a um ritmo muito mais veloz, em relação às universidades, com o apoio, conhecimento e ferramentas que dispõe para ajudar as instituições do ensino superior “numa transição útil e adequada para o contexto que se vive, em função dos serviços que investigação precisa desenvolver.

Esta visita, realizou-se no âmbito do ciclo de conferências, debates e workshops, sobre transição digital no ensino superior, que o Governo, através da Secretaria de Estado do Ensino Superior, pretende realizar com a participação de universidades, institutos públicos, empresas e individualidades nacionais e estrangeiras.

SR/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos