Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Governo homenageia administrador da Casa das Bandeiras pelo contributo dado na promoção da cultura cabo-verdiana

Cidade da Praia, 20 Set (Inforpress) – O ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, homenageou hoje o administrador da Casa das Bandeiras, Henrique Pires, pelo trabalho que tem feito em prol do desenvolvimento e promoção da cultura cabo-verdiana.

Na sua intervenção, o responsável pela Casa das Bandeiras, em São Filipe, na ilha do Fogo, enalteceu o gesto, salientando que esta iniciativa mostra que o trabalho que a equipa tem feito está a ser reconhecido.

“Nós fomos criados precisamente para dar continuidade à cultura de festas tradicionais de Fogo e de Cabo Verde, porque se não tivessem surgido pessoas para fazer o que estamos a fazer neste momento, pensamos que a festa de bandeira já teria morrido”, declarou.

No entanto, reconheceu que falta ainda fazer muito trabalho e que a continuidade deste evento cultural depende do forte engajamento de todos os envolvidos, considerando que as festas das bandeiras não são uma festa da ilha de Fogo, mas sim a maior festa cultural do País.

“Pensamos que merecemos apoio pelo trabalho que estamos a fazer e esperamos ter o apoio não só do ministro, mas também de pessoas para dar continuidade a esta manifestação cultural. Casa das Bandeiras é uma fundação sem fins lucrativos que todas as pessoas deviam ajudar, a nossa esperança é que o senhor ministro nos apoie para continuarmos a manter essa festa”, concluiu.

Por seu turno, o ministro da Cultura, Abraão Vicente, destacou as acções que vêm sendo desenvolvidas pela Casa das Bandeiras no desenvolvimento e promoção da cultura.

Reiterou o compromisso estabelecido com a autarquia de São Filipe, como um dos parceiros no centenário de São Filipe das festas das bandeiras no próximo ano, afiançando que há o aval do Governo para apoiar financeiramente na realização do evento no próximo ano.

Afirmou ainda que o executivo quer fazer das festas de São Filipe do próximo ano e do centenário da cidade da festa das bandeiras “um marco importante”, relembrando que o mesmo prevê classificar esta manifestação cultural em Janeiro do próximo ano como património nacional.

“Neste momento, o Instituto do Patrimônio Cultural está a fazer a recolha de todas as festas para classificarmos no início do próximo ano, as festas das bandeiras como património imaterial de Cabo Verde. Este é o primeiro passo para valorizarmos e reconhecer o papel deste evento cultural”, salientou.

CM/JMV
Inforpress/Fim.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos