Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Governo garante que 2000 jovens de Santa Catarina serão contemplados este ano com formação e estágio profissionais (c/áudio)

Assomada, 23 Fev (Inforpress) – O vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia, anunciou hoje que, este ano, 2000 jovens do município de Santa Catarina, no interior de Santiago, serão contemplados com os programas de formação profissional e de estágio profissional.

O governante fez este anúncio em declarações à imprensa, momentos antes de presidir ao acto de apresentação pública das ofertas formativas para 2019, estágios profissionais e empresariais e oportunidades de financiamento da formação profissional aos jovens do município de Santa Catarina, que teve lugar na Residência Estudantil de Assomada e que contou com uma sala apinhada de estudantes do 12° ano e jovens à procura do primeiro emprego.

“Nós queremos abordar aqui [em Santa Catarina] 1000 jovens para estágios profissionais e 1000 jovens para formação profissional, para abranger 2000 jovens, mas estamos disponíveis, se for possível e caso houver sucesso, aumentar o orçamento para atingir mais jovens ainda”, disse, considerando este número “extraordinário” face àquilo que tem sido feito nos últimos anos.

No caso de Santa Catarina, que considerou ser um concelho “especial e particular”, informou que a aposta vai ser nas suas potencialidades, mormente a nível da agricultura, turismo, conhecimento e tecnologias.

De acordo com o responsável, o Governo quer criar as condições para que os jovens de Santa Catarina, mas também de Santiago Norte, possam ter oportunidades de acesso à formação profissional e que possam a partir daí ter condições para ter um emprego.

“Nós temos as condições reunidas do ponto de vista financeiro, em termos orçamentais, e queremos apresentar aos jovens o que existe, como é que podem ter o acesso, para que todos os jovens que queiram possam ter condições para ter uma formação profissional no turismo, ‘agribusiness’, tecnologias e na indústria, para, com os seus esforços, tenham uma vida melhor, mas também contribuir para o desenvolvimento do seu município e do país”, assegurou Olavo Correia.

Por seu turno, o director do Centro de Emprego e Formação Profissional (CEFP) de Santa Catarina, Adelcides Lopes, avançou que a instituição que dirige vai desenvolver este ano 11 acções de formações, destacando ainda que no âmbito do plano de acção municipal, em parcerias com as câmaras de São Lourenço e do Tarrafal, constam mais oito acções de formações que vão beneficiar 500 jovens a nível da região Norte.

Conforme explicou, as ofertas formativas previstas para este ano no CEFP de Santa Catarina estão enquadras nas potencialidades da região Norte e que foram desenhadas com base das necessidades do mercado.

Cabeleireira e Estética, Topografia e Desenhos Técnico Assistido por Computador, Gestão de Recursos Hídricos, Canalização e Instalação Predial, Design e Multimédia, Alimentos e Bebidas, Cozinha Básica, Artes em Cabedal, Guia Turístico, Formação Pedagógica Inicial de Formadores e Culinária e Pastelaria, são as 11 acções de formações previstas para este ano no CEFP de Santa Catarina.

Na ocasião, foi ainda apresentado o Programa de Estágios Profissionais Para a Inovação e Tecnologia (PEP-IT) do Núcleo Operacional da Sociedade de Informação (NOSi), oportunidades de Financiamentos pelo Fundo de Promoção do Emprego e da Formação (FPEF) e ofertas formativas 2019 pelo Sistema Nacional de Qualificação que abrangem os CEFP, Escola de Hotelaria e Turismo de Cabo Verde (EHTCV) e Centro de Energias Renováveis e Manutenção Industrial (CERMI).


FM/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos