Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Governo está “empenhado” em acelerar a sua agenda digital com a alocação de recursos humanos e financeiros – Olavo Correia

Cidade da Praia, 29 Jan (Inforpress) – O vice-primeiro-ministro afirmou hoje que o Governo está empenhado em acelerar a sua agenda digital, com a alocação de recursos humanos e financeiros para que Cabo Verde possa ser um país “exemplar” nesta matéria.

Olavo Correia fez essa afirmação na cerimónia de entrega e recepção do Projecto de Assistência à Rede Comunicações do Estado de Cabo Verde (e-GOV II), que aconteceu esta tarde, no Liceu Fulgêncio Tavares, no concelho de São Domingos.

“Cabo Verde, pela sua condição arquipelágica, tem por obrigação de ser um país digital e ancorado na qualificação dos seus recursos humanos, porque o futuro do mundo é digital”, justificou o ministro.

Por isso, defendeu que o desafio que se coloca actualmente ultrapassa as infra-estruturas e que passa pela aposta nas tecnologias e nos processos, para que tudo possa ser feito de forma digital e com a mínima interferência humana possível.

“Queremos fazer de Cabo Verde um país digital e que isso seja colocado ao serviço das pessoas, para que sejam servidas com eficiência, com mais comodidade, a qualquer hora do dia e com o mínimo de burocracia”, sublinhou

Por seu turno, a ministra da educação, Maria Rosabal, considerou que o programa e-Gov vai aumentar a conectividade e que, consequentemente, vai influenciar o processo educativo dos alunos e da própria comunidade.

“Isso significa que a educação não é responsabilidade somente da tutela, mas que todos os outros sectores têm responsabilidade a nível educativo”, esclareceu a ministra, enaltecendo o trabalho do Nosi e do Ministério da Finanças.

O projecto e-GOV já instalou a fibra óptica em mais de 300 instituições das diferentes áreas de governação central e local e forneceu 44 infra-estruturas de laboratórios WebLabs nas diversas escolas do país, anunciou o NOSI.

Esta iniciativa insere-se no Projecto e-GOV II, financiado pelo Governos de Cabo Verde e da China e que tem por objectivo garantir a melhoria do acesso à rede do Estado, melhorar indicadores de banda larga, Internet nas escolas, penetração geral de Internet e info-exclusão.

A primeira fase do projecto terminou em Agosto de 2019 e permitiu a instalação de novos equipamentos no Data Center, fornecimento de 44 infra-estruturas de laboratórios WebLabs instaladas em diversas escolas, em todos os concelhos do país, mas também a ligação de redes de fibra óptica em diferentes escolas secundárias e em algumas instituições públicas centrais.

OM/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos