Governo está a trabalhar para dar solução aos problemas sociais provocados pela pandemia no Sal – ministro

Espargos, 26 Jul (Inforpress) – O ministro da Família, Inclusão e Desenvolvimento Social disse hoje que o Governo, em parceria com a Câmara Municipal, está a trabalhar para dar solução rápida aos problemas sociais provocados pela pandemia na ilha do Sal.

Fernando Elísio Freire, que falava à imprensa após reunir-se hoje de manhã com o presidente da Câmara Municipal do Sal, onde se encontra de visita para encontros e inteirar-se dos problemas sociais provocados pela covid-19, avançou ainda que para resolver estes problemas o executivo vai focar em quatro ou cinco áreas fundamentais.

“Há uma ilha do Sal antes da pandemia que era dinâmica, pujante e com emprego, e uma durante a pandemia que perdeu emprego e com problemas sociais a aumentar”, disse o ministro, que afirmou que para isso, o executivo irá focar em quatro ou cinco áreas fundamentais.

Das áreas fundamentais para resolver os problemas sociais provocados pela pandemia, na ilha do Sal, apontou o acesso das crianças ao pré-escolar, em que numa primeira fase vai-se proceder a subsidiação do pagamento dos jardins, e o realojamento das famílias que vivem em condições precárias.

“Para fazer face a problemática de realojamento de famílias que vivem em condições precárias foi criada uma equipa que deverá actuar em concertação com o gabinete de realojamento da câmara municipal para, no mais curto tempo possível, fazer-se o realojamento dessas pessoas”, realçou.

O governante afirmou que com esta medida as pessoas vão usufruir de uma habitação condigna, e alertou que com a retoma da economia cada um passará a assumir os custos da sua casa com o fruto do esforço do seu trabalho.

Questionado sobre a situação do ex-Hotel Aeroflot, invadido há anos por pessoas, avançou que se está a trabalhar numa parceria com outras instituições para uma solução rápida para as famílias e as estruturas da Aeroflot.

Após reunir-se com o representante da autarquia do Sal, Fernando Elísio Freire visitou as estruturas sociais municipalizadas como a Casa das Avós, o Centro Comunitário África 70 e os jardins infantis de Palmeira e Fonte Riba.

PC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos