Governo espera concluir ainda este ano revisão do Conceito Estratégico da Defesa

Cidade da Praia, 15 Jan (Inforpress) – A ministra da Defesa disse hoje que o Governo espera concluir ainda este ano a revisão do Conceito Estratégico da Defesa para responder às mudanças sociais e económicas que o país e o mundo registaram nos últimos anos.

Tais desafios, afirmou Janine Lélis no seu discurso durante a cerimónia de comemoração dos 56 anos das Forças Armadas de Cabo Verde, resultaram em novas medidas para a defesa e para a sua componente militar.

“É para responder a estes desafios que assumimos neste mandato implementar um conjunto de reformas com vista a dotar as Forças Armadas de Cabo Verde de mais meios, mas sobretudo de estratégias para colocá-las a nível dos desafios actuais e vindouros”, disse.

Segundo a governante, está-se a iniciar esta reforma pela revisão do Conceito Estratégico da Defesa, “o instrumento orientador do futuro” que juntos vão desenhar e construir.

Conforme realçou, o Governo está a prosseguir com este objectivo por entender que a realidade arquipelágica de Cabo Verde, mais mar do que terra, indicam que as acções e políticas de defesa devem estar voltadas para esta realidade social, económica e territorial.

“Contamos ter este instrumento estratégico de política no decorrer deste ano. A depender também desta revisão está a retoma dos trabalhos em relação à Lei de Programação Militar”, desejou.

Entendeu-se, segundo Janine Lélis, que esta reformulação deverá proceder à planificação, para, a partir dali, poder se definir a priorização dos investimentos que deverão ser feitos nas Forças Armadas, quando e onde devem ser feitos.

Entretanto, Janine Lélis recordou que reformas preconizadas para as Forças Armadas já estão em curso e que, apesar da conjuntura económica, conseguiu-se em 2022 dar “passos importantes” neste sentido, “resultados da dedicação, espírito de missão e de resiliência de todos”.

“No quadro do cumprimento do Programa do Governo para o sector da Defesa, iniciamos as reformas da Justiça Militar e do Serviço Militar Obrigatório a serem concluídas este ano. Criamos a Comissão para a introdução, pela primeira vez, da Autoridade Aeronáutica Militar em Cabo Verde e estamos bastante optimistas que a assinatura do contrato para aquisição de um avião para a Guarda Costeira, se faça ainda este mês”, exemplificou.

Assinando o contrato e calculando o tempo de construção do avião, frisou Janine Lélis que o Governo conta ter, muito em breve, esta aeronave que vai reforçar as missões e atribuições da Guarda Costeira e apoiar nos processos de evacuação médica.

Também no seu discurso, reconhecendo a importância das Forças Armadas e a necessidade de as manter motivadas, Janine Lélis anunciou que para ano de 2023 estar-se-á a completar a última fase da actualização do índice 100 do Estatuto dos Militares, orçado na totalidade em cerca de 123 mil contos do orçamento do Estado de 2023.

GSF/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos