Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Governo e Nações Unidas assinam no dia 09 de Abril o Plano de Trabalho Conjunto para 2019

Cidade da Praia, 03 Abr (Inforpress) – O Plano de Trabalho Conjunto ( JWP) para 2019 entre Cabo Verde e as Nações Unidas vai ser assinado no dia 09 de Abril, conforme ficou decidido no workshop nacional que validou o documento, promovido hoje, na Cidade da Praia.

Segundo a coordenadora residente das Nações Unidas, Ana Patrícia Graça, o plano está orçado em cerca de 19 milhões de dólares, aproximadamente 1,8 milhões de contos, que serão canalizados na implementação de programas, políticas e planos a nível da saúde, emprego e género.

Para já, estão disponíveis um total de 15 milhões de dólares. O desafio agora é mobilizar a parte restante.

No entanto, a representante das Nações Unidas acredita que não vai ser difícil mobilizar os outros quatro milhões de dólares tendo em conta o trabalho feito por Cabo Verde pela boa liderança e pela boa governação que tem mostrado ao longo dos anos.

Conforme explicou, o plano de trabalho é financiado através de alguns recursos próprios, das diferentes agências das Nações Unidas, através de projectos que são elaborados em parceria com Cabo Verde, mas também com os parceiros de desenvolvimento, que entram desde início na elaboração, de forma que sintam confiança, financiem esse projectos.

Ana Patrícia Graça apontou o caso de Luxemburgo, a União Europeia, países como Itália, Espanha, Portugal. Falou também da captação por parte das Nações Unidas, através das redes existentes a nível regional e internacional.

“Conseguimos concorrer a tudo que são fundos temáticos globais do sistema das Nações Unidas e Cabo Verde, pelo progresso que tem tido, pelo trabalho que tem feito e pela boa liderança e pela boa governação que tem mostrado, pelos indicadores sociais e económicos que são uma referência em África conseguimos captar novos financiamento e trair novas parcerias através desses diversos fundos aos quais concorremos”, explicou.

Conforme indicou, 2019 será um ano de continuidade, muito virado para quilo que consideram ser ainda os grandes desafios dos objectivos do desenvolvimento sustentável (ODS) ao nível da redução das desigualdades sociais.

“Quando falo das desigualdades, falo da questão do género, do apoio à formalização da economia, em particular para as mulheres, para os jovens, mas falo também da protecção e direitos das crianças”, enumerou.

O Plano de Trabalho Conjunto (JWP) 2019 decorre do quadro de cooperação das Nações Unidas para o Desenvolvimento (UNDAF 2018-2022). Esta cooperação está alinhada com os cinco eixos, designadamente Pessoas, Prosperidade, Planeta, Paz e Parceria.

MJB/JMV

Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos