Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Governo destaca papel das ONGs no processo de desenvolvimento de Cabo Verde

Cidade da Praia, 19 Mar (Inforpress) – O ministro da Família e Inclusão Social destacou hoje a importância das Organizações não Governamentais (ONGs) no processo de desenvolvimento de Cabo Verde, reafirmando o compromisso do Governo em reforçar as parcerias institucionais com as organizações.

Fernando Elísio Freire fez estas declarações, em entrevista à Inforpress, à margem de uma visita à sede da Associação Cabo-verdiana de Autopromoção da Mulher (Morabi), na Cidade da Praia, para conhecer os projectos em curso, no âmbito da celebração do mês da mulher.

“Neste Março que é mês da mulher, estamos a visitar uma das mais emblemáticas associações do empoderamento e promoção da igualdade de género em Cabo Verde, talvez a primeira organização que podemos dizer, que começou a aproximar-se de todos os cabo-verdianos”, referiu.

A visita a Morabi, segundo disse, serve para reafirmar o compromisso do Governo na questão da igualdade de género e reforçar as parcerias institucionais com as ONGs e a nivel do micro-crédito, tendo em conta o “contexto difícil” da pandemia da covid-19.

Durante o encontro, prosseguiu, foram abordados vários assuntos, com destaque para a questão da formalização do sector informal, melhoria das condições de habitação e a necessidade de reforçar a capacidade das intervenções das ONGs em sectores e áreas ainda muito pouco explorados.

Garantiu, que o Governo irá continuar a trabalhar para apoiar as organizações que actuam nesta matéria, destacando o trabalho da Morabi antes e durante a pandemia da covid-19, apesar de se registar a diminuição da actividade económica em Cabo Verde.

“Estão a fazer um trabalho  excelente  antes e depois da pandemia, neste momento há algum problema de liquidez, porque os projectos diminuíram, o que é normal, a actividade  económica também diminuiu, mas o Governo está aqui para criar alternativas,  mecanismos  de financiamento para permitir o acesso da Morabi aos instrumentos financeiros da Pró-Empresa e permitir  aumentar a sua liquidez  para continuar a suas actividades, tanto na área  da cooperativa do  micro crédito, como na área  de associação das senhoras”, declarou.

Além da Morabi, Fernando Elísio Freire efectuou igualmente uma visita às instalações do Instituto Cabo-verdiano de Igualdade e Equidade de Género (ICIEG), para incentivar a instituição na execução das políticas governamentais.

Com o objectivo de privilegiar a inserção e a melhoria da posição social da mulher cabo-verdiana e promover sua participação no processo de desenvolvimento económico, social e político de sua comunidade e do País a Morabi introduziu o microcrédito em 1994.

CM/DR

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos