Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Governo da décima legislatura propõe atingir a procura de 1,2 milhões de turistas até 2026

Cidade da Praia, 13, Jun (Inforpress) – O Governo  propõe atingir,   até 2026, uma procura não inferior a 1,2 milhões de turistas, conforme  o  Programa do Governo  da décima legislatura, que vai ser apresentado segunda-feira, 14, na primeira sessão plenária pós-eleições legislativas de 18 Abril.

O documento, a que a Inforpress teve acesso, indica ainda  que o Governo   pretende aumentar o  valor acrescentado da indústria do turismo, traduzido numa “maior agregação” de recursos endógenos nos serviços e no produto que o País apresenta ao visitante, provenientes da agricultura, das pescas, da agro-indústria, das indústrias criativas e do sector dos transportes.

“O Governo materializará o Programa Operacional do Turismo com base num modelo de crescimento de turismo ancorado na sustentabilidade, buscando uma maior diversificação e desconcentração da oferta turística”, lê-se no documento.

Neste sentido, preconiza a implementação de um   conjunto de medidas com vista a posicionar o País como um destino turístico seguro do ponto de vista sanitário, através do Programa de Segurança Sanitária com a atribuição de selo BIO&SAFE aos operadores do sector turístico.

O Programa do Governo aponta também   para o reforço do quadro institucional do sector do turismo,  ao sediar o Ministério do Turismo e Transportes na ilha do Sal, dando seguimento à opção tomada relativamente ao Instituto do Turismo e à opção de criação Zona Exclusiva de Economia Aérea.

Ainda neste particular, o Governo   pretende dar   seguimento às linhas orientadoras das Grandes Opções do Plano Estratégico de Desenvolvimento Sustentável do Turismo para 2018-2030, a   implementação dos Master Plans por Ilha,  dos Planos de Ordenamento Turístico (POT) das ZDTI, dos Planos de Ordenamento das Orlas Costeiras e do Mar e do Projecto de Integração da Conservação da Biodiversidade no Sector do Turismo

A nível de políticas de transportes, o Programa do Governo da décima legislatura, pretende implementar indução positiva da procura pelo destino Cabo Verde, através de uma aposta clara no fomento da conectividade aérea do País com os principais mercados emissores, apostando na compensação a operadores aéreos de charters e ou low cost, com especial ênfase na fase da retoma do turismo.

Para isso, aponta “o continuar de investimento na segurança, nas suas múltiplas dimensões”, para salvaguardar sempre “um posicionamento de top” na segurança turística, lembrando que Cabo Verde foi classificado como um dos países mais seguros para turistas nos últimos dois anos e faz parte de uma lista restrita onde pontificam países como Suíça,  Eslovénia e Noruega.

“O Governo criará as condições para a subida do País no ranking da competitividade turística,  integrar o grupo dos 50 países mais competitivos e situar-se entre os dez melhores do grupo dos Pequenos Países Insulares”, aponta o Programado Governo.

OM/AA
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos