Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Governo assina contrato de concessão emergencial de serviços de transportes aéreos domésticos com a TICV

Cidade da Praia, 13 Mai (Inforpress) – O Governo de Cabo Verde e a Transportes Interilhas de Cabo Verde (TICV) assinam sexta-feira, 14, na Cidade da Praia, um contrato de concessão emergencial de serviços de transportes aéreos domésticos, soube a Inforpress.

O contrato, segundo fonte da Inforpress, vai servir para normalizar a situação de ausência de voos no mercado doméstico, quando a TICV esteve na iminência de suspender os voos do mês de Abril devido a um alegado diferendo com a Agência da Aviação Civil (AAC).

A situação foi “parcialmente ultrapassada”, na época, depois de o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, ter garantido, em declarações à imprensa, que, em nenhuma circunstância, o Governo iria deixar que Cabo Verde tenha problemas com voos, particularmente, entre as ilhas.

“Os voos domésticos são fundamentais para a unificação do mercado nacional, circulação e mobilidade das pessoas. A companhia tem de assegurar os voos”, garantiu na altura Ulisses Correia e Silva.

Porém, a mesma situação acontece agora no mês de Maio em que os voos foram programados até o dia 16 deste mês, deixando as agências de viagens com problemas para reserva de voos interilhas aos passageiros, sobretudo aqueles que chegam do exterior.

Como justificação, na altura, o director-geral da companhia comunicou aos trabalhadores da empresa que a situação se prende com a pandemia, alegando, por outro lado, que a TICV nunca recebeu apoio.

Perante estes quesitos convém lembrar que o transporte aéreo é um dos vectores do desenvolvimento de Cabo Verde para transporte de passageiros e mercadorias.

PC/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos