Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Governo aprova lei sobre regime jurídico de constituição, emissão e gestão da dívida pública

Cidade da Praia, 18 Mai (Inforpress) – O Governo aprovou quinta-feira, em Conselho de Ministros, uma lei sobre o regime jurídico de constituição, emissão e gestão da dívida pública e pretende com isto uma “maior transparência”.

Em conferência de imprensa hoje na Cidade da Praia, o porta-voz da reunião ministerial, Fernando Elísio Freire, disse que a aprovação do referido diploma visa “colmatar” uma lacuna em termos de uma “legislação sistémica sobre a dívida pública”.

Segundo ele, esta iniciativa legislativa faz parte de uma reforma global do Tesouro com o objectivo de adaptar a legislação às novas práticas do financiamento dos mercados financeiros, já que que a anterior, prossegue, “está completamente esgotada” em relação aos empréstimos concessionais.

“Com este propósito queremos aumentar a competitividade do país e, acima de tudo, fazer com que o desenvolvimento de Cabo Verde, através de novos mecanismos de financiamento”, indicou o governante, acrescentando que a proposta de lei ora aprovada reporta “única e exclusivamente” a dívidas directas do Estado e tem como propósito a cobertura, de “forma eficiente” das necessidades de financiamento dos investimentos públicos.

Para o ministro da Presidência do Conselho de Ministros, a referida proposta de lei visa que a dívida pública esteja ao serviço do desenvolvimento de Cabo Verde e possa ser “cada vez mais transparente”.

Deste modo, diz o ministro, todas as informações serão fornecidas a tempo e hora aos cabo-verdianos, através do Parlamento e outros meios de comunicação.

“Reforçámos com esta lei o poder de fiscalização de todas as entidades que prestam contas e que lidam com a questão da dívida do tesouro público”, enfatizou Fernando Elísio Freire, para quem se está diante de uma “lei estruturante” no quadro da reforma ao nível das finanças públicas e do Tesouro.

Com o objectivo de promover o turismo, o reforço da mobilidade e fazer de Cabo Verde uma plataforma de prestação de serviços e um “hub” aéreo, o colectivo ministerial aprovou ainda uma proposta de resolução, para ratificação, sobre o acordo de supressão de vistos entre Cabo Verde e as Ilhas Seychelles.

Elísio Freire prevê que a isenção de vistos entre Cabo Verde e Seychelles se concretize até último trimestre deste ano.

LC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos