Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Governante liga eficiência da administração pública ao reforço das competências de gestão

Cidade da Praia, 11 Nov (Inforpress) – A secretária de Estado para a Modernização Administrativa, Edna Oliveira, defendeu hoje, na Cidade Praia, que para se ter uma administração pública  eficiente é preciso reforçar as competências de gestão.

Segundo a governante, que falava na abertura do workshop final do projecto da implementação da Estrutura Comum de Avaliação (CAF) na Administração Pública em Cabo Verde, é preciso igualmente dotar os  dirigentes de instrumentos de “gestão por objectivos e introduzir princípios de qualidade”.

“Pretende-se melhorar a eficiência e a eficácia da administração pública e consequentemente criar as condições para o funcionamento das instituições públicas e das entidades privadas”, indicou.

Com isso, segundo a governante, almeja-se o redimensionamento dos serviços com o intuito de simplificar e melhor servir os utentes da administração pública   e de todos os serviços.

Para isso, Edna Oliveira adiantou que a Estrutura Comum de Avaliação (CAF) foi identificada, enquanto instrumento  de auto-avaliação do desempenho organizacional, especificamente desenvolvido para ajudar as organizações do sector público como o modelo  que vai ao encontro da visão expressa no plano de desenvolvimento sustentável do País.

“Com a implementação da CFA pretende-se introduzir na administração pública os princípios da qualidade total e orientá-la progressivamente através da auto-avaliação da actual sequência de actividades para uma nova sequencia”, explicou Edna Oliveira.

Iniciada em 2018, a CAF foi implementada no âmbito do projecto “Promover a melhoria organizacional em instituições económicas para facilitar a reforma do ambiente de negócios”, executada pelo Governo de Cabo Verde, através do Ministério das Finanças, com apoio técnico da ONUDI e com o financiamento da União Europeia.

A CAF é um modelo de auto-avaliação da Qualidade, desenvolvida pela União Europeia, como fruto da evolução do Modelo da Fundação Europeia para a Gestão da Qualidade (EFQM, na sigla em inglês), que mede o desempenho na Administração Pública, através do qual uma organização procede a um diagnóstico das suas actividades e resultados com base em evidências.

OM/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos