Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Germano Almeida entre os nomes que compõem o júri da sétima edição do Prémio de Revelação Literária

Cidade da Praia, 14 Jan (Inforpress) – O escritor cabo-verdiano Germano Almeida está entre os nomes que compõem júri da sétima edição do Prémio de Revelação Literária UCCLA-CMLisboa – Novos Talentos, Novas Obras em Língua Portuguesa, cujo prazo para a candidatura foi alargado para 06 de Fevereiro.

De acordo com a nota de imprensa enviada à Inforpress, pela primeira vez o corpo de jurados inclui na sua composição escritores de todos os países de língua portuguesa, além de um representante da UCCLA, e um representante do Movimento 800 Anos de Língua Portuguesa.

“Pela primeira vez o júri inclui na sua composição escritores de todos os países de Língua portuguesa, Germano Almeida de Cabo Verde, Domício Proença do Brasil, Inocência Mata de São Tomé e Príncipe, José Luís Mendonça da Angola, José Pires Laranjeira de Portugal, Luís Carlos Patraquim do Moçambique, Luís Costa do Timor, e Tony Tcheka da Guiné Bissau”, lê-se na nota.

Também farão parte do júri o Rui Lourido, representante da UCCLA e João Pinto de Sousa, representante do Movimento 800 Anos de Língua Portuguesa, e a Biblioteca representada este ano é a Biblioteca da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM).

A nota dá conta ainda que a capacidade do Prémio Literário UCCLA ampliou-se para além dos países lusófonos, com candidatos que de outros países enviaram as suas obras, envolvendo assim, todos os continentes.

“Recebemos candidaturas da Ásia (Macau, Japão e Austrália), de África (África do Sul), da América (Canadá, EUA, Chile, Paraguai) e da Europa (Espanha, Itália, França, Alemanha, Inglaterra e Suíça). Mais de um terço são mulheres e mais de metade são jovens”, lê-se na nota.

De acordo com o regulamento, são admitidas candidaturas de pessoas singulares, de qualquer nacionalidade, fluentes na língua portuguesa, com idade não inferior a 16 anos. No caso dos menores de 18 anos, a atribuição de prémios ficará sujeita à entrega de declaração de aceitação pelos respectivos titulares do poder paternal.

Anteriormente o prazo para formalização da candidatura era até 07 de Janeiro, mas o mesmo foi alargado para até 06 de Fevereiro, conforme a mesma fonte.

Criado em 2015, com o Movimento 800 Anos da Língua Portuguesa, o prémio tem como objectivo estimular a produção de obras literárias, nos domínios da prosa de ficção, por escritores que nunca tenham publicado uma obra literária.

A UCCLA é uma associação intermunicipal de natureza internacional, criada a 28 de Junho de 1985. Assinaram o acto de fundação, as cidades de Bissau, Lisboa, Luanda, Macau, Maputo, Praia, Rio de Janeiro e São Tomé/Água Grande.

ES/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos