Generalização do pré-escolar e nova reorganização da rede educativa são as principais conclusões do CME 

 

Cidade da Praia, 10 Ago (Inforpress) – A generalização do pré-escolar e uma nova reorganização da rede educativa são as principais conclusões do Conselho do Ministério da Educação (CME)  concluído hoje, na Cidade da Praia, e que teve foco no reforço do sistema educativo.

Em declarações à Inforpress e à Rádio de Cabo Verde (RCV), o director-geral do planeamento e gestão do Ministério da Educação esclareceu que a generalização do pré-escolar vai permitir acesso ao jardim-de-infância às crianças dos 04 e 05 anos, em todos os concelhos do país.

Em relação à nova reorganização da rede educativa, José Manuel Marques disse que a mesma se no novo projecto educativo em que os “agrupamentos” vão passar a ter ciclos de oito anos, em vez de seis.

“Essa reorganização vai permitir que o aluno faça   todo o seu percurso até o oitavo ano   numa mesma área geográfica”, esclareceu José Manuel Marques.

Em números, informou que o próximo ano escolar, que arranca no dia 01 de Setembro, vai contar com cerca de 150 mil alunos, do pré-escolar ao ensino secundário.

“Estamos a criar as condições de gestão e este Conselho do Ministério serviu para afinar os meandros para garantir que o próximo ano lectivo comece sem nenhum percalço”, disse este responsável, garantindo que, na área laboral, estão criadas “todas as condições”.

O Conselho do Ministério da Educação, que durou dois dias, contou com a participação de dirigentes dos serviços centrais e desconcentrados do Ministério de Educação, com o intuito   de consensualizar  o novo cenário educativo, visando “melhorar o processo de ensino e aprendizagem”.

O calendário escolar 2017/2018 arranca do dia 13 de Setembro e termina a 22 de Junho, num total de 171 dias lectivos.

OM/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos