Gâmbia vai às urnas hoje para eleições legislativas

Banjul, 06 Abr (Inforpress) – A Gâmbia realiza hoje as primeiras eleições legislativas depois da saída do Presidente Yahya Jammeh, que gerou uma grave crise no país ao tentar manter-se no poder após perder as presidenciais de 2016.

A Gâmbia, um país anglófono que está encravado no território do Senegal, tem um parlamento unicameral com 53 deputados: 48 eleitos e cinco nomeados pelo Presidente para um mandato de cinco anos.

Os cerca de 886 mil eleitores, entre os dois milhões de habitantes, deverão escolher os seus deputados entre 239 candidatos, segundo a Comissão Eleitoral da Gâmbia (IEC). Os candidatos às legislativas integram nove partidos ou listas independentes.

A votação decorrerá entre às 08:00 e 17:00 horas locais (09:00 e 18:00 horas em Lisboa).

Os primeiros resultados são esperados na sexta-feira, segundo o IEC.

O antigo Presidente Yahya Jammeh – que ficou no cargo durante 22 anos – contestou durante seis semanas os resultados das eleições presidenciais de 01 de Dezembro, vencidas por Adama Barrow, que acabou por tomar posse do cargo a 19 de Janeiro na embaixada da Gâmbia em Dakar.

Pouco depois, a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) lançou uma operação militar para forçar a partida de Jammeh e a comunidade internacional também pressionou-o para deixar o poder.

Yahya Jammeh saiu da Gâmbia a 21 de Janeiro e exilou-se na Guiné Equatorial, que é governada por Teodoro Obiang, Presidente do país há 38 anos.

A Guiné Equatorial é membro da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Lusa/fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos