Futebol/Santo Antão Sul: “Jovens apaixonados” pelo Marítimo preparam o clube para a retoma das competições em 2022/2023

Porto Novo, 07 Mai (Inforpress) – Um grupo de “jovens apaixonados” pelo Clube Sportivo Marítimo do Porto Novo anunciou hoje a decisão de reerguer esta agremiação desportiva, que está inactiva há quatros anos, com vista à retoma das competições em 2022/2023.

Este grupo, liderado pelo técnico de multimédia Hórson da Luz, integra a candidatura às eleições no Marítimo a 21 de Maio, tendo como principal propósito a reorganização deste clube, com mais de 40 anos de história, preparando-o para retomar as competições oficiais, a partir da próxima temporada, em Santo Antão Sul.

“A nossa candidatura é constituída por jovens dinâmicos, motivados e apaixonados pelo Clube Sportivo Marítimo, que desejam muito reergue-lo, com apoio dos sócios, adeptos, amigos e simpatizantes”, disse à Inforpress Hórson da Luz, candidato a presidente da direcção.

A candidatura, cujo lema é “A Hora é Agora”, pretende “num primeiro momento, conhecer e organizar o clube internamente e, num segundo momento, analisar, esforçar e criar todas as condições para que o Marítimo possa participar nas competições regionais”, explicou este candidato.

O Marítimo, um dos clubes históricos em Santo Antão, fundado em 1981, não participa nas competições oficiais desde a época 2018/2019, quando venceu a taça Porto Novo.

Hórson da Luz, activista social e ex-atleta deste clube, afiançou que, além de preparar o Marítimo para poder participar nas provas oficiais, é ainda a intenção da sua equipa “revitalizar” a escola de futebol desta instituição e dinamizar o processo de construção da sua sede social.

Pretende ainda apostar em outras modalidades desportivas, além do futebol, como o andebol, o basquetebol, o ciclismo e o atletismo, avançou a mesma fonte.

O alargamento da massa associativa, a regularização financeira do clube e a revisão dos estatutos são outros propósitos deste grupo de jovens, que aposta ainda na criação de núcleos do Marítimo na diáspora, onde esta agremiação desportiva dispõe de muitos apoiantes.

A equipa directiva, que concorre às eleições a 21 de Maio, integram ainda o jurista Hernany Santos, a empresária Afrodite Guilherme, o contabilista Edivian Delgado, a professora Maria da Luz e a engenheira informática Zulmira Lopes.

A jurista Vanderleia Fortes e o arquitecto Hernany Costa encabeçam as listas para a Mesa da Assembleia-geral e Conselho Fiscal, respectivamente.

JM/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos