Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Futebol/Santo Antão Norte: Rosariense e Santo Crucifixo entram a vencer no campeonato regional (c/áudio)

Ponta do Sol, 08 Jan (Inforpress) – As equipas do Rosariense Clube da Ribeira Grande e da União Desportiva de Santo Crucifixo inauguraram hoje o campeonato regional de futebol de Santo Antão Norte com vitórias sobre o Solpontense e o Paulense, respectivamente.

No primeiro jogo da tarde de hoje, o Santo Crucifixo venceu o Paulense por 3-0, com golos de Kennedy, logo no primeiro minuto, auto-golo de Leo, aos 04 minutos, e do capitão Fredson, aos 55 minutos, este último que acabaria expulso, por acumulação de cartões amarelos, aos 85 minutos.

O treinador Vata, do Paulense, disse que foi um jogo difícil. “Agora é pôr a cabeça no lugar para preparar o ‘dérby’ do próximo fim-de-semana frente ao Foguetões”, considerou, pelo que disse esperar que a sua equipa melhore o desempenho jogo-a-jogo ao longo do campeonato.

O treinador do Santo Crucifixo, Palela, por seu lado, declarou que já esperava um jogo difícil frente a um Paulense que tem jogadores jovens e aguerridos, mas adiantou que atingiu os objectivos do clube ao amealhar os três pontos em disputa.

Palela admitiu que o Santo Crucifixo entra em campo para disputar o título, mas não espera facilidades porque, conforme disse, o campeonato está a ser disputado por “sete grandes equipas”.

“Cabe-nos fazer o nosso trabalho e ganhar o campeonato”, assumiu Palela.

A segunda partida da tarde foi disputada pelas equipas do Rosariense e do Solpontense, habitualmente considerado “jogo grande” neste concelho.

O Rosariense venceu por 2-1, com golos de Careca, aos 25 minutos, e Nuno, aos 36 minutos.

Na segunda parte, o Solpontense reduziu aos 55 minutos com golo de Dery que, assim, fixou o resultado final em 2-1.

O treinador Marcos Fortes considerou que foi um jogo “bem conseguido”, mas reconheceu que a sua equipa foi “muito perdulária”, porque podia ter “matado o jogo” muito antes do final da partida.

O treinador Hernani, do Solpontense, por seu lado, disse que “já sabia que ia encontrar um adversário difícil e que tem “outras condições para construir uma equipa”.

A jornada termina este domingo com o jogo Sinagoga – Foguetões.

A União Desportiva de Janela ficou isenta nesta jornada.

HF/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos