Futebol: Assembleia-geral da UFOA na expectativa de trazer uma prova da CAF a Cabo Verde ainda este ano

Cidade da Praia, 22 Jan (Inforpress) – Cabo Verde está na expectativa de acolher, ainda este ano, uma competição dos clubes da CAF, que se realiza pela primeira vez em África, cuja decisão poderá sair da assembleia-geral da UFOA que se realiza sábado nesta cidade.

A informação foi revelada à imprensa esta tarde pelo director-executivo da Confederação Africana de Futebol (CAF) para a Zona Oeste, Gerson Melo, à saída de uma visita de cortesia ao Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, que envolveu os presidentes da União das Federações de Futebol Oeste Africana (UFOA) e representantes da FIFA e da CAF.

Gerson Melo, que enalteceu a importância de Cabo Verde acolher um evento de “tamanha grandeza” , mostrou-se orgulhoso também enquanto cabo-verdiano e pelo cargo que ocupa nesta instância futebolística, alegando ser muito importante para o país continuar nesta dinâmica de organização e de proximidade das instituições.

Segundo o responsável, isto faz com que Cabo Verde tenha uma “presença forte” nas instituições internacionais, o que, atestou, terá um papel fundamental em trazer mais investimentos e eventos, capazes de contribuir para o desenvolvimento do País.

“Os trabalhos desta assembleia-geral estão a ditar o futuro próximo da região, o que vão ser os projectos e como as coisas vão acontecer”, sentenciou Melo, para quem a reunião revela-se “de grande importância” para o arquipélago e o futebol cabo-verdiano, já que nos próximos 10/15 anos continuará a ter ecos.

Enalteceu a posição que o país vem marcando em África, com este evento, ao mais alto nível, junto do Presidente da República e do Governo”, na materialização de “evento desportivo, a nível de organização”.

“Mostrámos que temos capacidade humana e de infra-estruturas para receber este evento. Penso que engrandece o nosso país, a nossa cultura e nossos recursos humanos”, referiu Gerson Melo, que destacou o valor da UFOA, organização que integra países como Cabo Verde Guiné-bissau, Guiné Conacri, Gâmbia, Libéria, Mali, Mauritânia, Senegal e Serra Leoa.

Considerou, ainda, de extrema importância o facto de Cabo Verde estar a receber, pela primeira vez, uma assembleia-geral da UFOA, sublinhando que nunca como dantes “está a ser tão concorrida com a presença de todos os presidentes” numa zona que, ajuizou, “tem muita força no continente africano”.

“Há dois candidatos à presidência da CAF, o que nos honra e honra o nosso país”, asseverou Melo, numa alusão às candidaturas dos presidentes das federações de futebol do Senegal, Augusthin Senghor, e da Mauritânia, Ahmed Yahya, que lançam candidatura à presidência da CAF, cuja assembleia-geral electiva do Comité Executivo da CAF se realiza em Março em Rabat (Marrocos).

SR/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos