Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Fundação Joaquim Nabuco (Brasil) estuda possibilidade de ajudar BNCV na conservação e organização dos acervos

Cidade da Praia, 25 Abr (Inforpress) – A Fundação Joaquim Nabuco (FUNDAJ), do Brasil, está a estudar a possibilidade de ajudar a Biblioteca Nacional de Cabo Verde (BNCV) na conservação, preservação, organização e promoção dos seus acervos.

A intenção foi revelada hoje pelo servidor da Fundação Nabuco, António Montenegro, depois de um encontro com o ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, no âmbito da cooperação no domínio da biblioteconomia arquivista entre a Biblioteca Nacional de Cabo Verde (BNCV) e àquela instituição brasileira.

O encontro tem por objectivo estabelecer uma cooperação técnica com vista a desenvolver acções de formação no quadro técnico da BNCV para a melhoria dos serviços.

Segundo António Montenegro, a FUNDAJ é uma instituição com 70 anos de experiência na formação, conservação, preservação e pesquisa usando de acervos, de toda a natureza, como fonte.

Avançou que, a partir de contacto com a Biblioteca Nacional, estão a ser “desenhados” algumas formas de colaboração que vão ser agregados às outras instituições designadamente o Arquivo Histórico Nacional.

O responsável brasileiro explicou que a actuação de qualquer instituição que tem acervos como objecto de trabalho baseia-se na conservação, organização e a promoção do acesso de uma forma mais democrática possível.

“Vamos tentar trabalhar nesses eixos iniciando com a questão da conservação e da preservação dos acervos, ciente que cada lugar tem os seus desafios e problemas”, frisou António Montenegro.

Por sua vez, o ministro Abraão Vicente esclareceu que os dois países têm estado a aprofundar a cooperação técnica a nível cultural e que a chegada desta comitiva é o momento para reafirmar essa cooperação com destaque especial à Biblioteca Nacional, à politica do livro, ao plano nacional de leitura e à promoção do conhecimento.

O ministro reforçou a possibilidade de assessoria à Biblioteca Nacional, assim como o empoderamento desta instituição para multiplicar o conhecimento para as outras ilhas, tendo o foco na conservação e nas políticas editoriais para o futuro.

“Pode nascer um projecto para a BNCV, mas também pode ser o início para uma relação mais intenso e extensa nessas áreas”, notou o ministro, considerando que é o início de uma missão e vão ser definidos outros âmbitos de cooperação.

A Fundação Joaquim Nabuco (FUNDAJ) é uma fundação pública com regime de direito privado vinculada ao Ministério da Educação do Brasil.

Sediada no Recife em Pernambuco, foi fundada em 1949 com o propósito de preservar o legado histórico-cultural de Joaquim Nabuco, com ênfase nas regiões Norte e Nordeste.

Joaquim Nabuco foi um político, diplomata, historiador, jurista, orador e jornalista brasileiro formado pela Faculdade de Direito do Recife.

Foi um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras e na data do seu nascimento, 19 de Agosto, comemora-se, no Brasil, o Dia Nacional do Historiador.

OM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos