Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

França homenageia vítimas dos atentados contra o semanário Charlie Hebdo

Paris, 07 Jan (Inforpress) – O ministro do Interior francês, Gérald Darmanin, e a presidente da Câmara de Paris, Anne Hidalgo, homenagearam hoje as vítimas dos ataques jihadistas contra o semanário Charlie Hebdo em Paris, ocorridos há sete anos.

Como todos os anos, a cerimónia foi repetida três vezes: em frente às instalações do semanário, onde os terroristas mataram 12 pessoas, uns metros mais à frente, onde foi abatido um agente da polícia, e junto a uma loja onde morreram quatro pessoas.

De acordo com o desejo das famílias das vítimas, não foram feitos discursos nos três locais, segundo a agência de notícias France-Presse.

Após a leitura dos nomes dos mortos, foram colocadas grinaldas, foi observado um minuto de silêncio e cantou-se o hino nacional francês, “A Marselhesa”.

“Nunca os esqueçamos”, escreveu Anne Hidalgo na rede social Twitter.

Além de Darmanin e Hidalgo, participaram na homenagem a presidente da região da Ilha de França, Valérie Pécresse, candidata às presidenciais de Abril, e o prefeito da polícia de Paris, Didier Lallement.

A sede do semanário satírico Charlie Hebdo foi atacada na manhã de 07 de Janeiro de 2015, por dois homens fortemente armados, os irmãos Kouachi, que foram abatidos a tiro dois dias mais tarde, durante uma operação policial.

O ataque ao semanário, em protesto contra a publicação de caricaturas de Maomé, foi o primeiro dos ataques desse dia e seguintes, que provocaram um total de 17 vítimas em vários locais de Paris e na região da capital francesa.

Inforpress/Lusa

Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos