Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Fórum “Pensar São Vicente 2035” com orçamento de 12 mil contos (c/áudio)

Mindelo, 11 Jan (Inforpress) – O vereador das Relações Externas, da Câmara Municipal de São Vicente disse hoje que o fórum “Pensar São Vicente 2035” tem um orçamento de 12 mil contos, sete dos quais são para montar a estrutura que acolherá o evento.

Albertino Graça falava em conferência de imprensa na Ribeira de Julião, local onde decorrem os trabalhos de montagem da estrutura que vai acolher o fórum, previsto para acontecer de 19 a 21 de Janeiro, integrado nas celebrações do dia do município de São Vicente.

Segundo o autarca, a ideia de “transferir o fórum da cidade para a Ribeira de Julião, construindo o oásis para o acolher, foi mostrar que não se trata de mais um fórum”. Isto porque, explicou, trata-se de um fórum “especial para discutir e encontrar os caminhos de desenvolvimento” de São Vicente.

“Vamos ter quatro naves.  A nave número um é que vai acolher a abertura do fórum e terá capacidade para 200 convidados. E as restantes naves irão acolher a discussão dos temas e dos painéis e depois temos uma maior que é destinada às refeições porque nós pretendemos que as pessoas fiquem cá durante todo dia. Haverá refeição e serviço de bar para que as pessoas não tenham a necessidade de se deslocarem à cidade”, explicou.

No total serão discutidos 80 temas, pelo que “não seria possível” realizar o evento na cidade do Mindelo e “manter todos os participantes no mesmo espaço”.

“Este fórum tem um formato diferente e não poderíamos encontrar na cidade um espaço que pudesse acolher todos os participantes.  Estamos a falar de cerca de 80 temas, estamos a falar de cerca de 10 temas por dia. Portanto, não seria possível manter os participantes dentro de um espaço durante um dia no fórum”, afirmou.

Além das naves, adiantou, a estrutura terá gabinetes de imprensa, fotocopiadoras, instalações sanitárias e terá também uma nave para os presidentes de câmara da região norte do País.

Esta nave, informou, servirá para acolher uma cimeira dos presidentes de câmara do norte, durante a qual vão discutir o futuro, do ponto de vista político e administrativo do País, a regionalização e o modelo de regionalização que se pretende e, ainda, um encontro entre os autarcas com os embaixadores residentes em Cabo Verde.

“Estamos a pretender um encontro dos presidentes das câmaras municipais do norte com os embaixadores residentes em Cabo Verde para explicarmos o que é que pretendemos com este fórum, o que é que pensamos em relação a São Vicente e a contribuição que a ilha deve dar no desenvolvimento do País”, clarificou.

CD/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos