Fórum da Liberdade propõe debate livre sobre valores da liberdade, democracia e direitos humanos – JpD

Cidade da Praia, 13 Nov (Inforpress) – A Juventude para a Democracia (JpD) realiza no próximo sábado, 16, o Fórum da Liberdade, evento que propõe debate livre de ideias, sobre valores da liberdade, da democracia, da tolerância e dos direitos humanos.

A informação foi avançada à Inforpress pelo presidente da JpD, Euclides Silva, assinalando que “esta não será mais uma sessão” de formação normal ou uma conversa para marcar a agenda, mas sim, um evento que consiste, sobretudo, para celebrar a liberdade, “na medida em que ela não é dada como garantida”.

Nesta linha, explicou que quatro temas farão parte da agenda, todos ligados à liberdade, apontando a ”Educação e cultura em Cabo Verde”, um dos assuntos importantes, a ser apresentado pela antiga ministra da Educação, Filomena Delgado.

“Queremos não só debater a educação para o futuro do país e as formas que estão a ser implementados, mas também o acesso a cultura como um dos elementos importantes da nossa identidade”, salientou.

O “Conservadorismo e Liberalismo hoje” também será objecto de debate, que segundo o responsável “é um tema fundamental”, porque a JpD, enquanto movimento juvenil politico defende o liberalismo económico, e querem debater também os aspectos positivos do conservadorismo.

O encontro vai contar ainda com o presidente do IEFP, Paulo Santos, que irá apresentar o painel “Empreendedorismo e o Futuro de Trabalho”, enquanto o secretário de Estado para a Inovação, Pedro Lopes, ficará responsável pela apresentação do painel “Empreendedorismo, Desburocratização e Inovação.

Conforme avançou, esses dois temas foram escolhidos para esclarecer sobre o futuro no mercado, as oportunidades que existem e o que está sendo feito pelo Governo no domínio do empreendedorismo para fomentar a inovação e a desburocratização.

De acordo com Euclides Silva, Cabo Verde é um país em que a liberdade está assegurada do ponto de vista da Constituição, mas, mesmo assim, “é necessário lutar pela liberdade” todos os dias, porque é algo que está sempre em construção.

No seu entender, está-se a assistir a ascensão de movimentos populistas um pouco por todo mundo e cedo ou mais tarde, o debate visará Cabo Verde, portanto, considerou, “é necessário estar preparado” para enfrentar a problemática.

“Em Cabo Verde temos um partido populista que é o PAICV, que, quando está no Governo é moderado, mas quando está na oposição é populista e altamente radical”, sustentou.

Instado sobre a descentralização do debate, o presidente da JpD revelou que depois da Cidade da Praia, a organização vai continuar a desenvolver ao longo do próximo ano, actividades para celebrar a liberdade, entre outras acções.

A abertura do evento, que decorrerá na Assembleia Nacional, será presidida pelo presidente do Movimento para a Democracia (MpD – poder), Ulisses Correia e Silva.

HR/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos